Guarda Municipal diz que agiu em legítima defesa na situação que o envolveu com adolescente

0
744

Na apuração da informação o Guarda Municipal Jussiê Vieira disse que agiu em defesa própria ao ser cercado por alguns jovens no ato do fato. Um deles teve o couro do crânio rasgado com golpe da pistola. Vieira já esteve na Delegacia de Polícia prestando depoimentos e aguardará o andamento da situação. “Estou ciente das minhas responsabilidades”, disse o agente da Guarda Municipal, Jussiê Vieira.

O fato

Segundo informou a mãe do jovem, por meio de um áudio e vídeo publicado no grupo de Imprensa de Propriá, o seu filho menor de idade brincava na tarde de domingo, 15/02, com amigos fazendo uso de mochila de geladinho quando a situação aconteceu e teve seu crânio atingido pelas mãos do Guarda Municipal indo parar no Hospital Regional de Propriá (HRP) onde recebeu os primeiros socorros e teve o couro cabeludo submetido ao procedimento por pontos cirúrgicos.

O Guarda Municipal não estava em atuação de trabalho e sim por conta própria quando o fato aconteceu. “Minha arma caiu no chão e fui cercado temendo que a situação fosse para o pior [..]”, relatou ao site Propriá News. Uma Nota sobre o assunto poderá ser publicada. Nas redes sociais gerou diversos posicionamentos e assunto de debate.

Por Adeval Marques
Foto: imagem ilustrativa

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta