O adeus ao vaqueiro André Mariano de Souza

0
282

Canindé de São Francisco/SE – A cultura e história do Município de Canindé de São Francisco perdeu uma parte de sua memória na madrugada deste domingo, dia 03 de janeiro. O vaqueiro André Mariano de Souza faleceu por morte natural.

O Prefeito Weldo Mariano de Souza declarou em Nota particular que André Mariano [seu tio-avô] representava um homem exemplar e de valor. Entre a classe dos vaqueiros era admirado e respeitado por todos que o conheciam. Ele foi sepultado no Cemitério Municipal no final da tarde do mesmo dia.

Historicamente, André Mariano de Souza era conhecido entre o povo do Município por pertencer a uma das famílias mais antigas da região. Homem da vida bruta, da roça, do campo, verão, invernadas e na lida do gado, “seu André”, ficou famoso na “pega de boi no mato”. Neto e filho de vaqueiro, sua história começa ainda no principado da conhecida Velha Canindé – nas margens do rio São Francisco – quando as soltas da fazenda Cuiabá, do Coronel Francisco Porfírio de Britto era uma das maiores cercanias do Estado de Sergipe em termos de criação de gado, entre outras fazendas antigas.

Confira o vídeo:

O momento do sepultamento foi marcado com a presença de amigos, familiares e vaqueiros.  O empresário José Machado Barbosa, homem que vive intensamente a cultura e história de Canindé de São Francisco, especialmente quando se trata da cultura do vaqueiro, acompanhou pessoalmente o trajeto do velório montado a cavalo ao lado de outros vaqueiros. Machado esboçou um gesto de tristeza ao lembrar com Edmilson Mariano que vaqueiros do sertão são lembrados por quem os conheceram em vida na realização de suas proezas e labuta da qual seu André teve a vida dedicada ao trabalho e cultura da vaquejada.

Foi registrado a presença do Prefeito Weldo Mariano, Primeira-dama Leila Maria, parte da imprensa local, do ex-prefeito Chiquinho Feitosa, Professores, empresários, funcionários públicos e outros.

Por Adeval Marques
Vídeo: RevistaCanindé

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta