Pank denuncia compra de votos e perseguição em Canindé serão apuradas pela Justiça

0
252

Canindé de São Francisco/SE – A Justiça já tem conhecimento de diversas situações que foram e estão sendo denunciadas por pessoas com provas de que está existindo compra de votos em Canindé de São Francisco. Essa situação tem se intensificado agora na reta final de campanha. Quanto às perseguições, a denúncia formulada é a de que pessoas estão sendo seguidas por veículos portados por pessoas com estrutura de rádio e sabe-se lá o que mais numa tentativa de intimidação. Esses casos acontecem, mais intensamente, no período da noite, nas sombras e silêncio. Colaborando com o momento, em um vídeo que será publicado nesta sexta-feira 13, o vereador e vice-prefeito de Weldo Mariano, enfatiza um pouco sobre o momento.

O Ministério Público sentiu a pressão das denúncias e está atuando nas ruas, investigando e catando provas sobre as denúncias. Vídeos, fotos e depoimentos são as peças que comporão as provas para a efetiva ação judicial, os processos. É entendido que, de certa parte, uma ampla estrutura foi montada, com contratação de pessoas para todos os fins na finalidade de efetuar serviços em prol de uma campanha que, ao que tudo parece, não tem o gosto e nem o olhar do povo, sobretudo dos mais humildes que penam há mais de 30 anos pedindo desenvolvimento para Canindé de São Francisco e hoje analisam, friamente, os motivos pelos quais o Município não se desenvolveu por puramente o exercício da exploração do erário público.

Há 30 anos a pequenina cidade de Canindé de São Francisco deixava às margens do rio São Francisco para subir a serra onde hoje está. Naqueles idos de 1970 e década de 80 eras simplesmente um pequeno espaço de casas que não atraia o olhar dos gananciosos. Com a chegada da fortuna gerada pelos royalties da Chesf – imposto do rei – ficou atrativa, ganhou gente de todos os lugares na esperança de ter dias melhores. O dinheiro de Canindé é o único evento que faz com que o lugar não se desenvolva porque não se é investido em seu desenvolvimento desde então, e lá se vão 30 anos de riqueza, esperança e solidão.

Existem pequeno vídeos, depoimentos vergonhosos sobre a situação. “Eles estão com dinheiro. Eu sou um homem velho e fiquei com vergonha da proposta e não aceitei. Eu vou ficar do lado da campanha do pobre, mesmo do lado de lá tendo muito dinheiro”, disse um homem de idade em depoimento.

Agora é com a Justiça.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta