Justiça impede divulgação de pesquisa em Canindé de São Francisco sob pena de R$ 20 mil reais

0
385

Canindé de São Francisco/SE – Duas coligações entraram com pedido na Justiça para impedir mais uma pesquisa que, ao que tudo indica, conclui-se que foi uma tentativa de enganar ou influenciar a população afirmando que o candidato Kaká Andrade estaria em primeiro lugar, não funcionou. Uma das coligações foi a do candidato Weldo Mariano que entrou com Representação por meio da Assessoria Jurídica. O PSB também entrou com a Representação.

A Justiça foi ágil e célere e uma das duas empresas foi impedida de publicar a pesquisa. A empresa AB Santos-ME teve a pesquisa eleitoral impugnada e, de acordo com a liminar deferida pelo juiz eleitoral, ela deve obedecer e não divulgar sob pena de multa no valor de R$20.000, em razão das irregularidades apontadas pelo referido partido.

Na análise, fica cada vez mais vergonhoso e nítido que em Canindé de São Francisco existe várias tentativas de burlar a opinião pública influenciando-a para o voto em favor de uma candidatura que parece minorar a cada dia.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta