Secretário em Canindé diz que foi exonerado após declarar voto para candidato Weldo Mariano

0
470

Canindé de São Francisco/SE – A exoneração do ex-vereador Rildo Joaquim, do cargo de Secretário Municipal de Obras, continua causando um efeito que repercute de forma muito negativa no município sertanejo. Ele foi exonerado pelo Interventor, Edgard Mota.

Segundo um áudio de Rildo Joaquim, que viralizou em grupos de whatsapp, ele foi exonerado por afirmar que votava em Weldo Mariano e, ao declarar seu posicionamento político, foi surpreendido com a atitude do Interventor. “Onde fica a democracia e o estado de direito do cidadão?”Quem protege outros que estão nos cargos e declaradamente votam e trabalham para outros candidatos a Prefeito?”, são questionamentos de uma fonte do comércio local que não quer se declarar.

No decorrer da situação, como ato continuou, em lugar de Rildo Joaquim quem assumiu foi Ramires Bezerra, já da pasta de Agricultura do Município – interinamente. Ele é irmão do vereador Ronildo Bezerra. “Não entendemos essa matemática. Ronildo Bezerra estava cotado para ser vice-prefeito de Kaká Andrade. Se Rildo foi crivado por questões políticas – , como o Interventor nomeia alguém que está ligado diretamente ao irmão que faz política escancarada para o candidato Kaká Andrade?”, questionou Missinho Balbino deixando claro que sua pergunta é a mesma que se muitos tem procurado saber por meio das redes sociais e não obtiveram respostas.

Outras nomeações e exonerações, como é o caso de uma mulher por nome de Érica, seguem em Canindé de São Francisco chamando a atenção da população sob a caneta do novo Interventor de Canindé de São Francisco, Edgard Mota. Onde fica a democracia e o estado de direito do cidadão?

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta