Disputa política em Propriá Clima formado e vai sair da coordenação: Luan toma chave de André Fontes “quis dá uma de batedor da carreata”

0
866

Propriá/SE – O clima tá formado dentro da campanha do médico Dr. Valberto Lima. No final de semana, dia em que a primeira carreata foi organizada, participantes antigos do grupo do médico não aceitam a presença de André Fontes ao grupo, decidiram que ele não poderia sair como estrela e “dando uma de batedor da carreata em virtude da péssima imagem que goza na cidade de Propriá. Não aceitamos. Ele pode a ajudar meramente com o voto”, disse a fonte. Luan, filho de Valberto Lima, tomou as chaves da moto colocando-o, de forma emblemática, no lugar em que merece: o ostracismo. “Luan tomou a chave e houve certo clima”, reiterou.

Fica cada vez mais distante de André Fontes gozar um espaço de destaque em qualquer agrupamento político em Propriá. “A maneira como trabalha é desaprovada e motivo de críticas na cidade que, embora existe rivalidade política, todos se conhecem e tem laços, de alguma forma ou de outra por sermos correligionários”, finalizou outra fonte.

Como previsto pelo site, de que Iokanaan e Luciano Nascimento seriam os mais perseguidos pela cultura do cancelamento, usada por muitos, fica provado com os textos do pistoleiro intelectual, aprendiz de rábula e assecla, André Fontes.

A última informação é de que ele – André Fontes – o pistoleiro intelectual e assecla, sairá da representação da campanha de Valberto Lima, pois foi informado ao Juiz eleitoral há poucos dias. Durou pouco, em seu lugar assume Fernandinho Britto.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta