Arquiteta cria camas de papelão resistente pra hospitais indianos lotados

0
16

Rhea Shah, formada em arquitetura pela Universidade de Harvard, projetou camas feitas de papelão resistente para hospitais indianos superlotados por causa da pandemia de Covid-19.

Shah é filha do proprietário da empresa de papel e embalagens Aryan Paper Group e por isso isso foi possível testar o material e montar as camas que podem suportar um peso de mais de 200 kg.

Segundo a arquiteta indiana, as camas são leves, resistente à água e faceis de mover, montar e também descartar.

Elas podem ser usadas ​​como leitos hospitalares de emergência, centros de quarentena, abrigos de emergência para trabalhadores migrantes desempregados que voltam para casa e até mesmo para acomodar trabalhadores em fábricas.

Essas camas são revestidas com uma solução impermeável para evitar danos por derramamento e permitir que as camas sejam desinfetadas.

Preço de custo

Sunil Shah, diretor administrativo (MD) da Aryan Paper, disse que queria fazer as camas de graça, no entanto, foi preciso incluir o preço de custo com transporte.

“Fixamos o preço das camas em torno de 70 reais e haveria o custo logístico, dependendo de qual país elas precisavam ser transportadas”.

O transporte também é econômico, pois os componentes dessas camas podem ser empilhados facilmente em caminhões. Eles podem ser montados sem pregos, colas ou costuras no local”, disse Shah.

Design

Um design com um apoio de cabeça inclinado também foi criado depois que os médicos recomendaram que muitos pacientes com doenças respiratórias podem ter dificuldade para se deitar.

A planta da cidade de Vapi, na Índia, tem capacidade para produzir 2.000 leitos por dia. A Força-Tarefa Covid do governo já entrou em contato com a Aryan Paper pra conhecer o projeto.

A empresa doou as primeiras 1.000 camas feitas na fábrica Vapi para o governo de Gujarat e também para a Corporação Municipal da Grande Mumbai (MCGM).

Fotos: Aryan Paper
Fotos: Aryan Paper

Veja como ela é montada:

Com informações do BrightVibes

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta