PROJEÇÃO POLÍTICA

0
114

Verdadeiramente a política de Propriá tem as suas peculiaridades, razão pela qual reflete na região em que está situada. Mesmo em tempos de reeleição, uma política nunca é igual a outra.

O atual pleito está acontecendo com apresentação de um maior número de candidatos, algo como nunca se viu, pois as políticas passadas aconteciam como uma espécie de duelo político, sempre com dois participantes. Outra coisa que chama a atenção é o tratamento que vem sendo dado àqueles que vislumbram composição de chapa, isso no campo majoritário, e está sendo excepcional a condução no tocante a conversas para que as junções aconteçam. Como bem dizem, política é a arte da conversação. De fato, todos os grupos estão conversando.

MDB e PDT já se harmonizaram. PL, PSB, PT, Cidadania, Republicanos, DEM e Progressistas ainda caminham para uma conjuntura mais à frente, e bem já próxima, pois 16 de setembro é a data limite.

Destes últimos, o DEM tem uma representação que vem lhe assegurando flerte dos demais, algo que a mídia e conversas de membros de diversos partidos apontam. Entre um e outro arranhão, o DEM tem sido o menos afetado. Com a chegada de novos membros, se fortalece ainda mais.

Mas o que chama a atenção é o Partido Progressistas. Observações feitas mostram uma agremiação recheada com bons nomes para participação ativa no atual pleito e qualquer outro, que tem um sólido alicerce na sua liderança estadual, o Deputado Federal Laércio Oliveira, parlamentar que goza do prestígio de em uma linha de ascendência ter sido o mais votado em Propriá nas duas últimas eleições estaduais, autor de emendas que somam mais de três milhões de reais em favor de Propriá, algo feito sem qualquer estardalhaço ou promoção midiática, apenas no cumprimento do dever parlamentar em prol dos propriaenses.

E por falar em composição, as lideranças PP e DEM, respectivamente, Deputado Laércio Oliveira e Senadora Maria do Carmo, têm parceria em emendas e obras para todo Sergipe, especialmente Propriá, e prova disso é o trabalho que conjuntamente realizaram em prol do calçamento do bairro Bela Vista, uma das muitas obras onde os dois congressistas se somaram. Talvez por essa razão é que de forma inescrupulosa, houve divulgação nas mídias sociais a notícia, já identificada como “fake News”, afirmando que esses partidos haviam selado coligação para a concorrida chapa.

Fake à parte, a postura das duas lideranças reflete nas siglas partidárias, pois é certo que as mesmas estão em afinidade já há muito tempo e seus representantes locais são os mais íntimos de todos. Suas parcerias são partidárias com afinidades pessoais em todos os seus projetos, o que é visto por apostadores como portas abertas para uma certa futura composição.  Afinal, nada mais óbvio. Duas grandes lideranças em harmônica composição com suas distintas agremiações partidárias seguindo na mesma direção é promessa para um bom resultado e consequentemente concretização de relevantes projetos de desenvolvimento.

Caminhemos para o desfecho desse novo capítulo político de Propriá, e que só nos venham gratas surpresas.

C. Moraes
Correligionário do Progressista

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta