Tentativa de enganar a Justiça em Propriá não vai “colar”

0
92

Coluna Adeval Marques –  A política em Propriá vai ser uma das mais acirradas do Estado de Sergipe, porém, poderá trazer surpresas que estarão registrados como sendo um dos maiores momentos das disputas eleitorais da História social e política local. Em razão das custuras que estão sendo tecidas, há quem tentará fazer de tudo para garantir espaços no poder. Se existem sujeitos habilidosos, capazes de dialogar, articular e fazer acordos, existem os que tomem uso de comportamentos e articulações de todas as formas para criar situações que podem desaguar em possíveis fatos nada agradáveis tonando o momento como muito cuidados.

Sobre esse aspecto, a Justiça já tem nomes muitos conhecidos que atuaram em outros tempos, pois as fichas estão carimbadas por meio de B.O. (Boletim de Ocorrência) e diversos processos perante o egrégio órgão. Sobre esse aspecto, diversas situações já são do conhecimento público e a Justiça já foi acionada. Tentando se desvencilhar das culpas, ou na tentativa de confundir os operadores da Justiça e população, o uso das redes sociais são os meios pelos quais publicações chegam à população que fica alhures aos fatos. “Parte do ódio político em Propriá e os causadores de situações já estão identificados. É questão de tempo”, afirma uma fonte velada que tem diversas denúncias nas mãos.

A tentativa de enganar a Justiça em Propriá não vai “colar”.

Comentários e Retalhos

Caique e Alef

Os advogados Caique Barreto e Alef são duas promessas do Direito em Propriá. Ambos têm se empenhado em diversas causas e ganham notoriedade perante a sociedade. No histórico, Propriá é uma cidade de bons advogados e atualmente a maioria são de jovens. É nela que nasceu o ministro Ayres de Britto que, galgando espaços, conseguiu ser ministro do Supremo Tribunal de Justiça. Os dois jovens em questão, além de promissores, gostam de uma pelada de society e já formaram um time de confraternização para jogar todas as semanas.

Comerciantes com medo

Comerciantes de Propriá afirmam que tem medo do alerta feito pelo Governador Belivaldo Chagas no que tange para o alerta feito por ele em relação ao comportamento de bares e restaurantes. Segundo Belivaldo, se aglomerações foram destacas como no último final de semana – no Estado -, tais recintos poderão ser proibidos de abrir. A pandemia é coisa séria.

Mal exemplo foi Propriá

Que Propriá deu mal exemplo no Estado no último final de semana todo mundo sabe, o que não se admite é permanecer com essa postura. A aglomeração na Orla de Propriá é um termômetro e indicativo de que a consciência coletiva não existe na cabeça de muitos. A maioria são de jovens no local, sem máscaras, uso de álcool e contatos.

Interdição na Orla de Propriá

Não tomem por surpresa se parte da Orla de Propriá possa vir a ter o mesmo grau de ostensividade e interdição em alguns pontos por conta de um maior controle ao combate e proliferação da Covid-19. A SMTT, Guarda Municipal e Polícia Militar estão de olho no comportamento das pessoas e providencias podem ser tomadas já nesse final de semana.

Sem vacina, sem aula

É um movimento que cresce no País a cada dia por meio das redes sociais. Cartazes, faixas e até panfletos já foram distribuídos em outros locais de Estados da nação. Em outros Países a situação é a mesma e os governos movem esforços para tratar da situação. Há quem defenda que o ano de 2021 começara com as aulas online.

Laércio Oliveira e Serigy

O deputado federal Laércio Oliveira vem sendo elogiado no meio de intelectuais que estudam a História – Historiadores e Professores – por ter lembrado do Cacique Serigy em seu discurso quando da ocasião da vinda do presidente Jair Bolsonaro à Sergipe em razão da inauguração da inauguração da termoelétrica Porto de Sergipe da CELSE que é o primeiro terminal de GNL privado do País. Laércio lembrou do maior ícone da História de Sergipe que resistiu por trinta anos contra as forças da Bahia que desejam anexar as terras do Aribé à Bahia. “Foi um grande ato porque existe uma necessidade diária de se manter viva nossa História social e nos dias atuais parece que estamos com uma certa amnésia. Laércio foi feliz, tem meu reconhecimento também e o parabenizo”, disse Carlos Sagas, da área de História.

Jornal da Cidade destaca matéria sobre Laércio Oliveira e Serigy

O Jornal da Cidade destacou uma matéria de Adeval Marques sobre a lembrança de Laércio Oliveira em relação ao Cacique Serigy. Laércio que chegou em Sergipe ainda criança é considerado hoje um Sergipano e prestou grande exemplo que deve ser seguidos por outros do Estado. Tem gente que nunca ouviu falar de Serigy e Laércio avivou essa memória nos nossos dias.

Mudanças

Pode haver mudanças em breve em uma rádio local da cidade em termos de programação. Sera uma especie de upgrade.

Imprensa destaque

Dois radialistas disputam a audiência em Propriá no horário da manhã. Marcos José – Jornal da Xodó Primeira Edição – e Patrício Lessa – Jornal da 104. Os ouvintes ficam ligados nas duas emissoras. Os dois profissionais passam credibilidade e o ouvinte faz suas escolhas. Há quem fique ligado nas duas emissoras ao mesmo tempo.

Ninguém vice-prefeito

Nenhum pré-candidato lança vice-prefeito em Propriá, mas já existem indicativos dos que podem compor com eles. As fontes relatam, porém, pedem sigilo ainda.

Política movimentada

Propriá teve uma das semanas mais movimentadas de Sergipe. As revelações dos bastidores pela imprensa local é o divisor de águas. Há quem não entenda a importância de tais registros para a História e há quem sinta-se mal quando revelações são levadas á público e tenta intimidar. Propriá não pode ficar em retrocesso, basta o que alguns da classe política deixaram como contribuição para isso. Nada pessoal.

Frase

A arrogância que nos leva a acreditar que somos superiores aos outros, tem origem no medo de sermos inferiores. – Mark W. Baker

Adeval Marques
Graduado em História
Envie sua sugestão para (79)-98814-8014 (Whatsapp). Email: proprianews@gmail.com

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta