Centenas de estruturas misteriosas são descobertas na Arábia Saudita

0
14

Existem estruturas misteriosas na Arábia Saudita, feitas de pedras e mais antigas do que as pirâmides do Egito. São estruturas de pedra que estão fornecendo novos paradigmas sobre a vida no mundo antigo, antes mesmo do domínio árabe na região.

Satélites ajudaram a localizar as estruturas misteriosas

As estruturas misteriosas foram encontradas inicialmente com o uso de imagens de satélite de alta resolução, juntamente com dados do Google Earth. Assim, o foco foi no deserto de Nefud, no norte da Arábia Saudita, onde encontraram 104 mustatils.

Constituem retângulos alongados, entre 102 e 104 exemplares, com duas ou três paredes longas. Medindo entre 142 e 161 metros, possuem milhares de toneladas e eram feitos de pedra e rocha. Além disso, os objetos antigos só foram localizados nas áreas próximas de recursos hídricos.

Com alguns itens datados de carbono, foi descoberto que a construção aconteceu há pelo menos 7 mil anos, ou seja, mais antigos do que as pirâmides do Egito. “A vasta escala dessas estruturas as torna entre os exemplos mais espetaculares de arquitetura monumental pré-histórica em qualquer lugar do mundo”, escreveram os historiadores.

Os pesquisadores não puderam cravar o que levou à criação dessas estruturas, uma das probabilidades é devido a mudanças climáticas e ambientais. Foi uma época em que a Península Arábica sofreu um aumento na quantidade de chuvas e deixou a região árida. Assim, as culturas locais foram radicalmente transformadas.

Estrutura provavelmente servia para rituais

O excesso de chuvas levou a criação de áreas de pastagens na Arábia, embora o ambiente ainda fosse desafiador. A vida nômade passou por mudanças e provavelmente os mustatils estão relacionados a isso. Com isso em mente, os pesquisadores tentaram estabelecer a função dessas construções na civilização árabe antiga.

Diversos ossos de animais foram desenterrados nestes locais. Além disso, os pesquisadores também descobriram uma pedra pintada dentro de um dos mustatils, que serviu como base de interpretação sobre a construção deles. Então, a conclusão foi que eles possuem algum propósito simbólico ou para ritual.

Conforme o Dr. Huw Groucutt, um dos principais pesquisadores do estudo a “nossa interpretação dos mustatils é que eles eram locais de rituais, onde grupos de pessoas se reuniam para realizar algum tipo de atividade social atualmente desconhecida”, disse. Portanto, as construções podem ser locais de sacrifícios.

Provavelmente foram construídos para possibilitar a coesão social e talvez reafirmar a identidade do grupo. Não são as estruturas mais antigas do mundo, mas mostram como o meio ambiente pode transformar uma sociedade, além de mostrar como um espaço pode unir um grupo de pessoas em torno de rituais.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta