Homem sonha com escritor Alcino Alves recitando poesia e publica

0
73

Poço Redondo/SE – Um homem que pediu para não ser identificado afirmou que teve um sonho com o falecido escritor Alcino Alves Costa que escreveu um poema de nome “Poço Redondo”. “Nós estávamos conversando sobre história, livros e poesia. Ele estava sorridente, com papéis e caneta não mão e recitou a poesia. Depois, ainda no sonho e já em outro momento, o vi andando pelas ruas caminhando sozinho com a camisa ao ombro e dependurada em parte pela boca, como se mastigasse. Foi então que recitou o poema e eu me acordei”, disse.

Eis a poesia:

Poço Redondo

Me vi andando nas ruas
Naquelas tardes fagueiras
Procurando por um menino
De ídole ordeira
Caminhei por todo dia
O dia todo vaguei
Não vi àquele menino
Por onde andas, não sei…

Por Alcino Alves Costa (Em sonho)

Alcino Alves Costa foi o maior poeta de sua terra, Poço Redondo, e grande escritor de Sergipe. Publicou vários livros, sendo o primeiro “Mentiras e Mistérios de Angico: Lampião Além da Versão”. Suas obras estão repousando no Memorial Alcino Alves Costa.

A fonte dessa informação solicitou que a poesia fosse publicada no site PropriáNews e disse que desde criança tem sonhos como se fosse certa mediunidade, pois muito do que já sonhou de fato aconteceu e que é comum sonhar com amigos que já se foram, sempre convesando. Era amigo de Alcino por quem nutria grande simpatia e intimidade, conversavam muito em altas horas sobre diversos assunto. “Até hoje guardo lembranças e saudades do amigo Alcino. Sempre lembro dele. Merecia ter uma estátua em sua homenagem, pois foi um filho mais ilustre de sua terra”, finalizou. 

Por Adeval Marques
Foto: divulgação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta