Crônica – Semana Santa: é tempo de perdoar

0
28

De quando me lembro bem
Distante ficou no tempo
Quando ainda era rebento
Na casa que me bem criou

Com um terço na mão
Em dia de oração
Rezava ao nosso Senhor

Com a fronte prostada
As mãos muito abraçadas
A voz que ainda acalenta
Dava inicio à semana Santa

Vinha da sala a oração
Rezada em comunhão
Na quinta-feira Santa
E na sexta a Paixão

Por Jesus crucificado
Morto e sepultado
O mundo se libertou

Santa Maria mãe de Deus
Que tiras o pecado do mundo
Tende piedade de nós

Semana Santa em Propriá
Olhando para o meu Opará
Que é Santo em todo lugar
“Aquela” sede matou

Quem sabe se naquela cruz
O sábio jovem Jesus
Falando-nos em oração
Não queria dizer ao mundo
“Todos merecem perdão”

Me confesso disperso
Querendo me libertar
De tanto ser pisado
Já não mais sei perdoar

E volto naqueles dias de oração
De Semana Santa em Propriá
Senhor, me ensina a perdoar

Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta