Palhas e cinzas de cana de açúcar na noite de Propriá

0
50

Um caso de saúde pública recorrente em Propriá que precisa ser revisto pelas autoridades é o fato de cinzas oriundas da queima de cana de canaviais no Estado de Alagoas. O vento trás os restos da palha de cana que chegam pretas e são dissolvidas no ar, antes porém, elas ficam impregnadas em roupas, móveis, por toda casa e no ar que é respirado.

Na noite de segunda-feira, 16/dez., as palhas queimadas invadiram Propriá. Sujeira e reclamação sem solução e o pedido de que as autoridades tomem providências perante a situação. “Não basta sé registrar nas redes sociais e em outros meios. É preciso manifesto”, disse uma mãe de família que tem um filho com problemas de respiração.

Da redação
Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta