Whatsapp deixará de funcionar em alguns aparelhos

0
23

Medida integra plano da empresa de lançar novas atualizações dos sistemas operacionais, além de correspondência à atualidade do mercado.

O Whatsapp emitiu comunicado que deixará de operar em alguns modelos de aparelhos e sistemas operacionais. A partir do dia 1º de fevereiro de 2020, o app será incompatível com celulares Windows Phone e modelos iguais ou inferiores aos sistemas iOS 8 e Android 2.3.7.

De acordo com informações do Facebook, que é a empresa responsável pelo Whatsapp, antes do período final algumas funções poderão deixar de funcionar. A medida integra plano da empresa de lançar novas atualizações dos sistemas operacionais. Também há a justificativa de correspondência à atualidade do mercado.

O Facebook visa reduzir a presença do serviço em algumas plataformas. Nesse aspecto, o WhatsApp sofre grande impacto, pois possui vasto histórico de presença em quase todos os sistemas e aparelhos. Além disso, esse é o serviço de comunicação mais utilizado no mundo.

Entre Android, iOS e Windows, as versões mais antigas são as mais ameaçadas. Com as mudanças, o WhatsApp irá operar em dispositivos com Android 4.0.3, KaiOS 2.5.1 e iOS 9, além das versões mais recentes dos sistemas.

Confira também: Google vai oferecer contas correntes a usuários em 2020, diz jornal

O que fazer?

O WhatsApp recomenda que os utilizadores que possam ser afetados atualizem seus dispositivos. Em muitos casos não é mais atualizar o sistema operacional, nestes casos, trocar o aparelho para um com sistema operacional mais recente é a melhor opção.

WhatsApp

O Whatsapp é um aplicativo gratuito e o mais utilizado no Brasil. Atualmente, a empresa já conta com mais de 1 bilhão de usuários. São pessoas em mais de 180 países usam a ferramenta para manter contato com outras pessoas, a qualquer hora ou lugar.

Segundo informações do site da empresa, o WhatsApp surgiu como uma alternativa ao sistema de SMS. No entanto, possibilita o envio e recebimento de diversos arquivos de mídias. Fotos, vídeos, documentos e localização, além de textos e chamadas de voz, são alguns dos recursos. Tudo é oferecido de maneira gratuita, funcional e facilmente acessível.

“Nossas mensagens e chamadas estão protegidas com a criptografia de ponta a ponta, o que significa que terceiros, incluindo o WhatsApp, não podem lê-las nem ouvi-las. Por trás de cada decisão está o nosso desejo de possibilitar que as pessoas se comuniquem sem barreiras, em qualquer lugar do mundo”, diz o texto de apresentação.

A empresa foi fundado por Jan Koum e Brian Acton que, juntos, passaram quase 20 anos no Yahoo. Em 2014, o WhatsApp juntou-se ao Facebook, mas continua operando como um aplicativo independente. O foco da empresa é em construir um serviço de mensagens rápido e acessível a qualquer lugar do globo.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta