Câmara de Canindé poderá abrir processo para apurar valor gasto em Congresso

0
167

A Câmara Municipal de Canindé de São Francisco poderá abrir um processo administrativo para apurar o valor gasto em Congresso que foi feito no Estado de Alagoas. Dez vereadores e sete assessores participaram. O valor gasto foi da ordem de R$ 80 mil reais e causou revolta na população.

Segundo a informação, a Câmara Municipal não pode prevaricar do seu dever enquanto representante da sociedade, cujos membros vereadores são eleitos para fiscalizar e fazer cumprir as leis, “Como podem fazer o inverso?, disse a fonte. A situação já era do conhecimento da população. Estava nos bastidores, porém, a publicação na imprensa do Estado ampliou a discussão.

“Se a Câmara não fizer incorre como corresponsável. Em razão do valor gasto, o INSS não foi depositado e a Câmara não tem dinheiro para arcar com esse absurdo. Aos olhos da sociedade é de revolta e para a justiça um crime. A própria sociedade ou qualquer cidadão poderá entrar com uma ação ou processo perante a Justiça pedindo esclarecimentos, como foi no caso que gerou o impeachment de Ednaldo da farmácia. Câmara terá que tomar uma posição”, finalizou.

A Câmara não se posicionou sobre o assunto ainda, porém, o Presidente Weldo Mariano disse que só falará sobre o assunto posteriormente e afirmou que os vereadores são bons cidadãos e vai trabalhar para contornar a situação juntamente com todos, apesar da situação não ter sido gerada sob sus presidência.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta