Barragem de São José sangra após chegada das águas do Rio São Francisco em Monteiro, na PB

0
30

Águas da transposição chegaram em Monteiro no dia 19 de novembro deste ano. Previsão agora é de que águas cheguem na barragem de Poções, também no Cariri, segundo a Aesa.

A barragem de São José, um dos mananciais d o Eixo Leste da transposição das águas do Rio São Francisco, sangrou neste domingo (24), após a chegada das águas em Monteiro, no Sertão da Paraíba. De acordo com o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Porfírio Loureiro, com o sangramento da barragem, a previsão é de que até esta terça-feira (26) as águas da transposição também cheguem na barragem de Poções, na mesma região.

A barragem de São José, construída no ano de 1976, é o primeiro reservatório a receber as águas do Rio São Francisco na Paraíba e tem capacidade para aproximadamente um milhão de metros cúbicos de água. O manancial transbordou após atingir a capacidade máxima com a chegada das águas da transposição na Paraíba no dia 19 de novembro deste ano.

Conforme Porfírio Loureiro, a vazão da água da transposição que chegou em Monteiro está em 3 metros cúbicos de água por segundo, mas continua variando. “O caminho dessa água está sendo longo justamente por essa variação da vazão”, explicou.

Segundo o presidente da Aesa, o próximo passo é que as águas da transposição cheguem até a barragem de Poções. De lá, as águas seguem para a barragem de Camalaú, ainda no Cariri paraibano e, por fim, devem chegar até o Açude Epitácio Pessoa, localizado no município de Boqueirão, que abastece Campina Grande e outras cidades da região.

Águas chegaram na PB no dia 19 de novembro

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta