Suspiro da DESO: disjuntor de energia vem sendo desligado por vandalismo

0
64

A empresa DESO informou por meio da Assessoria de Comunicação que o possível motivo do suspiro da Estação de Bombeamento EE07 ter escorrido o liquido para o rio São Francisco no último final de semana, foi o fato do disjuntor de energia, administrado pela empresa Energisa, ter sido desligado. Com isso, a falta de energia desarmou a Chave Geral fazendo com que a bomba não funcionasse.

O referido quadro de medição da empresa Energisa fica localizado à Rua A. Na segunda-feira, 19/nov., de acordo com a Assessoria de Comunicação, uma equipe foi acionada para verificar a denúncia feita por cidadãos residentes nas imediações e publicado no site PropriaNews, com vídeo do suspiro escorrendo o liquido diretamente ao rio São Francisco. O vandalismo é um dos fatores que contribuem para

O que a empresa lamenta é que a caixa dispõe de um porta cadeado e estava aberta. Nesse caso, fica nítido que existe roubo ou vandalismo por parte de terceiros. A estação foi então religada pela equipe e um novo cadeado reposto e o sistema acionado voltando a sua normalidade. As informações foram prestadas por Alexandre Menezes, da Gerência Tratamento Regionais Interior do Estado de Sergipe (GCTR).

Nesta quarta-feira, 20/nov., o suspiro voltou a escorrer o liquido e mais uma vez a denúncia feita ao site por leitor do canal TV Propriá News que enviou um vídeo e várias fotos.

“Vamos trabalhar na solução do problema”, disse por fim Flávio Vieira, Assessor de Comunicação da DESO.

Por Adeval Marques
Com informações e foto da DESO

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta