Câmara de Canindé analisa possibilidade de novo impeachment  do prefeito Ednaldo da farmácia

0
322

A Câmara Municipal de Canindé de São Francisco pode contestar, a qualquer momento, a decisão da Comarca de Canindé de São Francisco que fez voltar ao cargo o prefeito Ednaldo da farmácia, após ser cassado no dia 23 de setembro de 2019 por meio de processo de impeachment.

Entenda como acontece o processo e como a Câmara analisa 

Após a instalação de uma Comissão Processante Parlamentar (CPP), instaurada pela Câmara Municipal, composta pelos vereador Adriano de Santana Feitosa (Adriano de Bomfim), Joselildo Almeida do Nascimento (Pank) e José Gomes, sendo o processo cumprido regiamente com a Lei Orgânica do município, de forma aberta e transparente perante o público, registrando ainda as acareações dos envolvidos por meio de dispositivos de áudios, fotos e vídeos, finalizou por produzir  um parecer em Relatório que foi entregue à Justiça que acatou por afastar Ednaldo do cargo. Weldo Mariano, então presidente do Poder Legislativo Municipal, foi empossado como prefeito interino. Em ação impetrada por Ednaldo da farmácia, o Ministério Público pediu a nulidade da ação judicial que o afastou, a Justiça por sua vez determina que Weldo Mariano deixe o cargo e o imediato retorno de Ednaldo da farmácia.

A Câmara Municipal entende que tem direito e trabalha na possibilidade de reabrir o processo de impeachment levando em consideração os mesmos fatos embasados pela CPP anteriormente. A informação é que a questão está em análise pelos vereadores com muita tranquilidade, sem pressa e no momento certo o presidente, Weldo Mariano, poderá colocar processo.

A data para que o possível processo de impeachment seja submetido ao plenário não está definida. A análise de populares apontam que, se o processo for aberto, tudo dependerá dos vereadores em manter ou não o voto em favor do novo impeachment. “Se for aberto, para isso, conta-se que os principais vereadores da CPP, Adriano, José Gomes e Pank, mantenham-se firmes na mesma posição anterior” (sic).

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta