Prestes a ser preso, marido da prefeita de Monte Alegre Impetra HC preventivo

1
116

O Ministério Público apresentou alegações finais em desfavor de Luciano Lino, secretário e marido da prefeita do município de Monte Alegre, nos autos de um processo oriundo de Estância, onde ele é acusado de efetuar pagamento em cheque sem provisão de fundos.

Isso teria ocorrido após Luciano ser acusado de estelionato, após efetuar um contrato de compra e venda de imóveis, e que o pagamento foi feito com cheques pré-datados e não compensados pela falta de provisão de fundos.

Por conta disso, o MP pede em suas alegações finais, a condenação de Luciano, e que por conta disso, pode ter a prisão decretada a qualquer momento, em razão de haver contra ele uma condenação pelo mesmo crime na justiça federal.

Com a iminência de ocorrer a decretação da prisão, caso seja condenado mais uma vez, Luciano impetrou um habeas corpus preventivo para suspender os efeitos dessa possível prisão.

Com informações de Welder Ban – Sou de Sergipe

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta