Instagram proibirá postagens que promovam automutilação e suicídio

0
2

A mudança veio após uma garota de 14 anos cometer suicídio ao consumir conteúdo do tipo

Instagram comunicou nesta segunda-feira, 28, que irá banir da plataforma quadrinhos, desenhos e memes que promovam a automutilação e o suicídio. O anúncio é uma resposta da empresa ao ativismo de Ian Russell, pai de uma garota de 14 anos que cometeu suicídio após visualizar postagens de automutilação. Desde a morte da filha em 2017, Russell vem encorajando empresas a tomar medidas para manter crianças e adolescentes seguros na rede social.

Em fevereiro, o Instagram já havia anunciado a proibição de imagens com este tipo de conteúdo. A partir de agora, também serão proibidos memes, histórias em quadrinhos e desenhos que glamourizam e incentivam a automutilação e o suicídio. O diretor do Instagram, Adam Mosseri, destacou que não serão mais permitidas representações fictícias de danos ou suicídio. “Também removeremos outras imagens que incluem materiais ou métodos associados. Contas que compartilham esse tipo de conteúdo também não serão recomendadas na pesquisa ou na aba ‘Explorar’ na plataforma”, comentou.

Além disso, o Instagram irá investir recursos humanos e financeiros para linhas de ajuda especializadas como Samaritanos e Papyrus. Em resposta,  Russell disse à BBC que espera que a plataforma cumpra com o prometido.

Estadão

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta