Ex-prefeito de Canindé recorre na justiça de decisão da Câmara que cassou mandato

0
200

Mais uma vez a justiça foi acionada sobre a situação em Canindé de São Francisco

O ex-prefeito de Canindé de São Francisco, Ednaldo Vieira Barros, recorreu na justiça da decisão da Câmara Municipal que cassou seu mandato no final do mês de setembro. A informação vem do articulado jornalista Diógenes Brayner em sua Coluna Plenário, editada diariamente no site faxaju nesta quinta-feira, 03/10.

É natural que o ex-prefeito recorra, porém, uma informação importante que chega por meio de análise de um advogado é a de que o mais provável é que o prefeito interino, vereador Weldo Mariano, continue no cargo até que ocorram as eleições para definir o novo prefeito em dezembro.

Analisa Diógenes Brayner que, “Até o momento ainda não está definido se as eleições municipais em Canindé para escolha de novo prefeito será direta ou indireta. Se for direta vai analisar o melhor nome para ser o candidato, inclusive o dele [Weldo Mariano].

Com a entrada de Weldo Mariano na Prefeitura, há mudanças consideráveis que já resultam em ações positivas a exemplo de mudanças de equipe de Governo, redução de gratificações, exoneração de cargos de comissionados, o prefeito reduziu seu salário em 20%, decretou o município como de Emergência Financeira, suspendeu pagamentos com fornecedores, efetuou o pagamento de salários atrasado e a cidade que já sente algumas mudanças, embora tímidas. O enxugamento da folha é tido como um grande avanço.

Os danos deixados pela administração anterior geram um aglomerado de dificuldades carentes de soluções para um curto período de três meses. Recorrer à justiça sobre a cassação é um direito, porém, se fizer hoje uma eleição o nome do ex-prefeito perderia para qualquer outro opositor.

O tempo dirá sobre a decisão. Como disse Diógenes: “Um problema”.

Por Adeval Marques
Com informações de Diógenes Brayner (Coluna Plenário, Faxaju: Link aqui – http://www.faxaju.com.br/index.php/2019/10/03/o-estado-se-recupera-aos-poucos/

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta