Com o intuito de levar orientações à comunidade sobre a importância dos serviços de doação de sangue e cadastro de medula óssea, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) esteve presente ao ‘Saúde no Parque. Mulheres Multiplicadoras de Vidas’, ação que foi realizada no último sábado, 21, no Parque da Sementeira,coordenada pela Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais.
Durante a atividade, as profissionais do Hemocentro esclareceram dúvidas e mitos relativos aos serviços.  “É importante que o público de forma geral tenha conhecimento sobre a doação e outros detalhamentos do sangue”, comentou a gerente de Ações Estratégicas, Rozeli Dantas. Na oportunidade, ela destacou que o contato corpo a corpo com o público é importante para reforçar a necessidade dos sangues fator Rh negativo. “Os estoques de sangue fator Rh positivo estão ótimos, estamos convocando doadores de sangues Rh negativo para doar no Hemose”, ressaltou.
Em relação ao cadastro de medula óssea Dantas falou da necessidade de aumentar o número de pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome). “Essa atitude simples de fazer parte do Registro, irá ajudar a salvar a vida de pacientes que aguardam encontrar um doador de medula óssea compatível”, frisou a assistente social.
Para aderir ao Redome, o voluntário preenche uma ficha com informações pessoais e doa uma amostra com 4 ml de sangue para exames de histocompatibilidade, testes que estudam as características genéticas do candidato a doador. O resultado dos testes é cruzado com as informações do paciente, receptor que aguarda o transplante da medula.
A dona de casa Elenildes Santos Fontes e a filha, Ana Paula Fontes Silva, participaram das atividades no parque e aproveitaram para visitar os estandes com divulgação de diversos serviços de saúde. “Na minha família temos doadores de sangue. Eu não posso doar, mas acho importante conhecer e estimular outras pessoas a fazer esse gesto tão bonito com outras pessoas que necessitam”, disse.
Prevenção
O evento reuniu diversos  serviços de saúde, a exemplo do veiculo Camisildo, utilizado pela Gerência do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para promoção de ações de prevenção contra as infecções, hepatites virais e a sífilis. No carro aberto a visitação, o público além de conhecer as campanhas, com alertas sobre as doenças tem acesso a preservativos distribuídos gratuitamente a população.
SES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta