Entre os dias 13, 14 e 15 de setembro, a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), responsável pelo acolhimento de gestantes de alto risco, assegurou atendimento a 120 usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS). Destas, 54 internamentos, que resultaram em 37 partos, e 66 atendimentos com altas ou liberados para o pré-natal. É o que aponta a estatística do balanço da Instituição, divulgada nesta segunda-feira, 16, com base em seus relatórios de produção.

“Durante o final de semana, conseguimos quatro transferências, desafogando a maternidade para melhor assistir as pacientes de forma qualificada. Além disso, acolhemos duas vítimas de violência sexual, sendo a menor de idade”, disse a Gerente de Admissão da MNSL, Adhara Shuamme Bento Fraga.

A MNSL, assim como todas as instituições inseridas no SUS, funciona no regime de porta aberta, atendendo por 24h, de domingo a domingo, e prestando assistência a todas as pacientes de alto risco que dão entrada na maternidade, incluindo gestantes que vêm de outros Estados. Entre o período citado chegaram duas gestantes da Bahia.

Já no Centro Cirúrgico foram contabilizados 39 procedimentos, entre eles: 37 partos, sendo 15 normais e 22 cesáreos, e duas curetagens. “Não houve registro de cirurgia obstétrica e em recém-nascido durante o fim de semana”, informou a Gerente do Centro Cirúrgico, Amanda Nabuco Oliveira.

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes fica localizada na Avenida Tancredo Neves, nº 5.700. O telefone para contato é (79) 3225-8650.

SES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta