Profissionais da área da Saúde serão capacitados na Língua Brasileira de Sinais

0
32

O secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, recebeu nesta quinta-feira, 12, no Centro Administrativo da Saúde (CAS), representantes do Instituto de Apoio e Educação do Surdo de Sergipe (Ipaese), do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, da Comissão Estadual de Mobilidade e Acessibilidade (CEMA), da Universidade Federal de Sergipe (UFS), do Centro de Integração Raio de Sol (CIRAS), além de outras pessoas ligadas ao tema, a fim de discutir estratégias que facilitem o acesso e a comunicação das pessoas com deficiência às diversas áreas da Saúde.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, a reunião foi extremamente importante. “Nos sensibilizamos com o apelo feito pela entidade que cuida dos surdos e tomamos a iniciativa de disparar o Curso de Libras para a área de Saúde de forma que envolva médicos, enfermeiros, exatamente visando aquele surdo que chega num Hospital e precisa interagir com o médico. Então, fiz o convite para que eles trouxessem o programa do curso para que a gente possa, até o próximo mês, disparar essa habilitação e nos próximos processos seletivos a gente já quer incluir esta habilitação para titulação do médico, da enfermeira e do técnico de enfermagem”, comentou o secretário.

Para a presidente do Instituto de Apoio e Educação do Surdo de Sergipe (Ipaese), Ana Lúcia Nunes Oliveira, o secretário foi bastante receptivo, comprometendo se a desenvolver um trabalho junto aos médicos e a toda categoria da saúde, para facilitar a comunicação com os surdos. “Esse está sendo um desbravamento de uma ideia que persiste a algum tempo de ampliar a comunicação com o surdo na área de saúde.  A situação é muito problemática, tem diagnósticos difíceis, errados, tem a questão da própria acessibilidade, o surdo tem muita dificuldade. Esse acesso e essa disposição já são muito importantes para a gente. O Ipaese apresentará a proposta e a nossa missão principal é quebrar as barreiras da sociedade para essa inserção, e vamos entrar juntos nessa batalha”, reforçou Ana.

O presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, Antônio Luiz dos Santos, ressaltou que a Secretaria de Estado da Saúde foi a primeira que recebeu o Conselho, que teve uma grata surpresa ao poder conversar com o Secretário durante a plenária com o tema surdo e a capacitação para profissionais da saúde, principalmente os médicos, na Língua Brasileira de Sinais (Libras). “O secretário prontamente atendeu ao pedido do Ipaese e da UFS e vai, mais que rapidamente, compor turmas de médicos e outros profissionais para serem capacitadas em Libras. Para nós foi uma boa surpresa porque geralmente o governo é mais lento, pela burocracia, mas aqui na Secretaria de Estado da Saúde tivemos agilidade e rapidez para a nossa demanda”, disse Antônio.

Já o presidente da Comissão Estadual de Mobilidade e Acessibilidade (CEMA), José Leonel Ferreira Aquino, demonstrou toda a sua satisfação com esse momento tão especial. “Eu tive a felicidade de convidar o Secretário para participar da reunião e foi muito proveitosa porque o Dr. Valberto tem um olhar humano para a pessoa com deficiência, para os menos favorecidos de um modo em geral. Eu fico feliz de ser amigo dele, eu fico feliz de ter ele como um secretário que abre as portas para nós deficientes porque a nossa luta é para sermos respeitados. É um avanço muito grande, o que nos dá esperança porque ainda tem autoridades que nos respeitam”, concluiu Leonel.

SES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta