O Governo do Estado de Sergipe avança no tratamento oncológico e anuncia o fim da fila de espera para a realização de radioterapia. Para se ter uma ideia, em janeiro deste ano havia cerca de 200 pacientes aguardando o tratamento. Algumas iniciativas foram fundamentais para chegar a este momento. Uma delas foi a abertura do terceiro turno no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), numa parceria com o Hospital de Cirurgia, e a contratação da clínica Clinrad, aumentando a oferta de exames.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, este momento é um marco para saúde de Sergipe e um ganho para os pacientes oncológicos. “A ampliação do serviço, a aquisição dos profissionais foram fatores determinantes para que essa redução acontecesse. Manteremos nosso empenho para que mais melhorias aconteçam. O tratamento oncológico célere e humanizado é nossa maior meta”, disse.

Ainda de acordo com o secretário, os avanços empreendidos pelo governo do Estado contemplam diversos serviços, destacando-se também a área de radioterapia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), setor que foi fortalecido com a implantação do segundo equipamento de Acelerador Linear, dobrando a capacidade de tratamento e, consequentemente, a ampliação do atendimento.

Em 2018, foram realizadas 17.851 sessões de radioterapia para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Vale ressaltar que número de sessões é diferente do número de pessoas atendidas, por exemplo, um paciente pode realizar cerca de 20 sessões dentro do mês. Já no primeiro semestre deste ano (2019), esses dados foram de 12.046 sessões de radioterapia entre adultos e crianças.

A braquiterapia registrou 165 sessões nesse período e o tratamento de quimioterapia concluiu o primeiro semestre com 8. 619 sessões, desse total, 8.091 foram em pacientes adultos e 528 em pacientes infantis.  Com a abertura de duas salas cirúrgicas para a Oncologia, nos seis primeiros meses foram registrados 294 procedimentos nas mais diversas especialidades oncológicas. As consultas médicas no Ambulatório Oncológico, nesse período totalizaram 15.667 consultas.

Foto: Flávia Pacheco ASCOM SES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta