Bairro Santa Maria chega a 76 dias ininterruptos sem qualquer homicídio

O mês de agosto de 2019 registrou em Aracaju o menor número de casos de homicídios dolosos em nove anos. Com o fechamento parcial do levantamento feito pela Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal (Ceacrim) referente aos crimes violentos no mês de agosto, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) registrou no oitavo mês do ano seis casos de homicídios dolosos (veja lista no final). O último mês com um número tão reduzido na capital sergipana foi em julho de 2010, quando foram contabilizados cinco casos.

O número cada vez menor de homicídios segue uma tendência na capital, após o fortalecimento do trabalho em áreas como o bairro Santa Maria, que completou nessa segunda-feira (09), 76 dias ininterruptos sem homicídios dolosos. Em 2016, ano com o pior índice na taxa de crimes violentos, Aracaju alcançou em agosto a marca de 40 homicídios dolosos nos bairros da capital, uma redução de 85%.

Segundo o comandante do policiamento militar da capital, coronel José Moura Neto, os números refletem o empenho da tropa no combate à criminalidade. Segundo ele, só no primeiro semestre, foram realizadas mais de 91 mil abordagens a pessoas e veículos, foram apreendidas 333 armas de fogo, realizadas 2.909 prisões e recuperados 817 veículos. “É um trabalho que não tem hora, mas tem sido pautado em nossa análise criminal e no comportamento da criminalidade”, informou.

A Polícia Civil tem apostado no fortalecimento do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na atuação do Departamento de Narcóticos (Denarc) e em outras unidades da Polícia Civil. Com a realização, desde 2016, de uma análise criminal mais detalhada, as equipes começaram a atacar grupos armados que disputavam o comércio de drogas e realizavam homicídios em bairros como Santa Maria, Lamarão, Santos Dumont, Japãozinho.

“Atuamos em parceria com a PM e temos desmobilizado grupos criminosos importantes e que há anos atuavam em bairros de Aracaju e região metropolitana”, explicou a delegada Viviane Pessoa, coordenadora das delegacias da capital.

Segundo divulgação recente do Jornal O Globo e do Monitor da Violência do Portal G1, Sergipe está entre os três estados com redução superior aos 30%, ao lado do Rio Grande do Norte e Ceará. Na capital, segundo a Ceacrim/SSP, dos 37 bairros de Aracaju, houve redução em 28, estabilização em três e aumento em apenas seis.

SSP

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta