A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), unidade gerida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou durante os últimos três dias (30 de agosto a 1º de setembro) 120 atendimentos às gestantes de alto risco, sendo 50 internamentos que resultaram em 39 partos. Os demais receberam alta após avaliação, com exceção de quatro pacientes que foram transferidas para maternidades que atendem o perfil de risco habitual e um acolhimento à gestante de Alagoas.  É o que aponta a estatística do balanço da Instituição, divulgada nesta segunda-feira, 02, com base em seus relatórios de produção.

“Os plantões foram considerados dentro da normalidade. Conseguimos quatro transferências, desafogando a maternidade para melhor assistir as pacientes de forma qualificada. Não houve casos de violência sexual durante o final de semana”, disse a gerente de Admissão da MNSL, Adhara Shuamme Bento Fraga.

Já a gerente do Centro Cirúrgico da MNSL, Amanda Nabuco Oliveira, informou que na área foram contabilizados 47 procedimentos. Destes, 39 partos, sendo 18 normais e 21 cesáreos, três cirurgias em recém nascidos e cinco curetagens.

Assim como todas as instituições inseridas no Sistema Único de Saúde (SUS), a MNSL funciona no regime de porta aberta, 24h, de domingo a domingo, prestando assistência a todas as pacientes de alto risco que dão entrada na unidade, incluindo de outros Estados. No período citado houve um atendimento a gestante de Alagoas.

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes fica localizada na Avenida Tancredo Neves, nº 5.700. O telefone para contato é (79) 3222-8650.

 Fotos: Flávia Pacheco ASCOM SES

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta