Repercute na imprensa do Estado de Sergipe, após publicação de autoria do site Propriá News, a enquete de autoria da rádio Xingó FM sobre o percentual devastador que escolheram pelo afastamento do prefeito Ednaldo da farmácia da Prefeitura Municipal de Canindé de São Francisco. Outros espaços também repercutem de forma tímida.

Publicou Cláudio Nunes:

Em Canindé, maioria defende afastamento do prefeito  Resultado da enquete da Rádio Xingó FM com a seguinte pergunta: você concorda com o afastamento do prefeito de Canindé proposto pela Câmara de vereadores? 95,3% disseram sim e apenas 4,7% disseram não.

É a opinião de um jornalista de Sergipe que acompanha a situação em Canindé: “Vejo a situação de Canindé de São Francisco como sendo a pura e falta de condições, tanto em administrar o município quanto na resolução dos conflitos internos e nas relações por parte do prefeito. Ele parece trancado, com medo de tudo e dentro do seu mundo. Nesse sentido, acho que ele precisa de ajuda e cabe uma reflexão nesse sentido, uma vez que o prefeito desclassifica tudo que vá de encontro a sua administração, onde nenhuma opinião pública é por ele ou equipe avaliada, sendo que, em sua interpretação, todos estão contrários a ele que se vitimiza elegendo algozes, inclusive a imprensa, que talvez tenha chegado a hora dele admitir que falhou e que precisa de ajuda”, encerrou o jornalista em conversa com o site via telefone.

Todo o Estado de Sergipe assiste aos eventos que saem daquele município numa série de fatos que colocam o pequeno espaço geográfico de forma negativa perante a opinião pública. A imparcialidade do site sempre se colocou aberto para qualquer Nota da gestão ou o prefeito que nunca respondeu, preferindo passar outra imagem para população. Por várias vezes entrou-se em contato com o setor de Comunicação que nada retornou.

O site continuará publicando de forma tranquila, mesmo sendo mais um classificado pelo prefeito como “sem credibilidade”, imagine se tivesse.

Por Adeval Marques
Foto: Reprodução ilustrativa

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta