Investigadores selecionados poderão testar hardware e software da urna eletrônica. Inscrições serão aceitas até o dia 8 de setembro

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) informa através de seu site que as inscrições para os Testes Públicos de Segurança (TPS) do Sistema Eletrônico de Votação, que será utilizado nas Eleições Municipais de 2020, estão abertas.

Estão abertas, desde o dia 16 de agosto, as pré-inscrições para os Testes Públicos de Segurança (TPS), edição2019, do Sistema Eletrônico de Votação que será utilizado nas Eleições Municipais de 2020. Os pré requisitos para a inscrição: ser brasileiro e maior de 18 anos. Em 11 anos de Testes Públicos, esta será a quinta vez que estudantes e profissionais das áreas de tecnologia e segurança da informação do paístentarão quebrar a segurança da urna eletrônica.

OTeste Público de Segurançatem o objetivo de fortalecer a confiabilidade, a transparência e a segurança referentes à captação e à apuração dos votos. O teste proporciona melhorias constantes no processo eleitoral. O Brasil foi o primeiro país no mundo a fazer esse tipo de teste, que consiste em um conjunto de ações controladas a fim de identificar vulnerabilidades relacionadas à violação da integridade ou do anonimato em relação aos votos de uma eleição.

O TPS permite a aberturados sistemas eleitorais para que investigadores tentem quebrar as barreiras de segurança do processo. Ao abrir os sistemas para inspeção dos códigos-fonte e para testes diversos, a Justiça Eleitoral busca o aprimoramento dos mecanismos de segurança do software, contando com a visão e com a experiência de outros órgãos públicos, de estudiosos e do cidadão.

O evento acontecerá entre os dias 25 e 29 de novembro na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília/DF. Será realizado em um espaço com entrada controlada e ambiente monitorado por câmeras. O TPS 2019 terá até 25 participantes, a participação pode ser individual ou em grupos de dois a cinco membros cada. Esses investigadores terão acesso aos componentes internos e externos do sistema eletrônico de votação: hardware da urna e seus softwares.

São duas etapas para solicitar a participação: na primeira, o candidato deve preencher o formulário de pré-inscrição; na segunda, deve ser apresentado um plano de teste, que consiste no detalhamento do “ataque” pretendido, devidamente amparado em normas, artigos, publicações e outros trabalhos técnicos e científicos. O formulário de pré-inscrição preenchido e os documentos comprovatórios exigidos devem ser encaminhados ao TSE até o dia 8 de setembro, e o resultado dessa fase será publicado no dia 19 do mesmo mês.

De 14 a 27 de outubro, os investigadores que tiveram a pré-inscrição aprovada deverão inscrever seus planos de teste. A publicação das inscrições aprovadas ocorrerá em 30 de outubro. O TSE arcará com os custos de passagens e diárias dos inscritos selecionados, ainda que morem no exterior. Confira outras datas, prazos e regras na página do Teste Público de Segurança no Portal da Justiça Eleitoral. Leia o edital completo.

As informações são do TRE/SE

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta