“Acreditar em quem mais, se inúmeros os acertos e promessas já foram feitas e nada acontece? Só em Deus!”, relatou

É de chamar atenção para o número de meses em atraso de salários dos funcionários contratados pela Prefeitura de Canindé de São Francisco. O desânimo e a falta de esperança já é visível em alguns, gerando até problemas de saúde e complicando a manutenção da vida. A classe dos Agentes de Saúde estão há dois meses sem receber. Somando as duas classes, contratados e Agentes de Saúde, o número é considerável. Até onde vai a situação?

Na semana passada uma esperança aconteceu quando a informação – publicada no Propriá News – de que o Promotor de Justiça, Dr. Emerson Andrade, solicitou o bloqueio das contas da Prefeitura para a efetiva regularização dos salários. O juiz não atendeu ao pedido, segundo informação. A situação só fez se complicar mais ainda porque gerou expectativas. “Somos pais. Somos mães. Pessoas que têm responsabilidades familiares. É revoltante. Tem dias que não tenho ânimo para trabalhar”, disse indignada uma fonte.

“Existe gente aqui desesperado e nada acontece. Não se entende como é que não se paga um direito previsto na Constituição Federal quando se fala em receber o soldo do seu trabalho que é o pagamento ou salário. Tem gente muito bem na gestão de Ednaldo enquanto nós, trabalhadores necessitados, não temos nem o dinheiro do nosso suor. É um absurdo! Aqui em Canindé de São Francisco eu só acredito em uma intervenção divina, porque nos homens é uma mentira. Tomara que essa gestão passe logo e que Deus dê o castigo que esses algozes merecer”, desabafou uma fonte que uma das funcionárias.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta