“O Prefeito eleito ao assumir o cargo encontra o município com dívidas junto aos fornecedores, sem crédito junto ao mercado, com a folha de pagamento atrasada em vários meses, a educação sucateada, escolas sem as mínimas condições de acolher os alunos. A saúde um caos, sem médicos, com os postos de atendimento em estado precário e a farmácia sem estoque dos principais medicamentos.”

Esse cenário descrito acima foi comum em vários municípios após as eleições de 2016, quando muitos dos atuais prefeitos assumiram os cargos em 2017. Por conta da situação catastrófica diversos gestores ainda encontram dificuldades em gerir o município e prestando um serviço incompleto para a população.

Folhas salariais atrasadas, funcionalismo sem aumento, escolas em estado crítico e com professores desmotivados por falta de salários ou salários indignos. Falta de médicos e demais profissionais técnicos para atendimento a população carente, falta de crédito junto a fornecedores ainda são percebidas devido a situação encontrada e a crise por que passam o Estado e os Municípios. Este cenário é real e poucas Prefeituras conseguiram superar a esta situação.

Esse foi exatamente o cenário encontrado pelo Prefeito Iokanaan Santana ao assumir a prefeitura de Propriá. Sem crédito os fornecedores nem o recebiam, a folha do pessoal atrasada em dois meses, os postos de saúde sucateados e sem profissionais para prestar atendimento a população carente, as escolas públicas municipais sucateadas e os professores sem qualquer orientação. Isso é fato, não discurso vazio.

Já no primeiro ano os salários foram atualizados, pagos em dia, os fornecedores passaram a receber por seus serviços nos prazos legais, os professores a serem valorizados, escolas reformadas, profissionais de saúde contratados e as finanças municipais ficaram regularizadas. Registre-se que os recursos eram os mesmos de gestões anteriores e mesmo assim as dívidas recebidas foram quitadas.

A gestão está no terceiro anos e os salário continuam com os pagamentos em dia, promessa de campanha cumprida. Além disso, os servidores municipais já tiveram 21% de reajuste em seus salários, enquanto o Estado e outros municípios não fizeram qualquer reajuste. Os postos de saúde estão com seus quadros bem atendidos, sendo reformados e prestando bom atendimento a população. A educação do município serve de modelo e outros aqui vêm para conhecer o que está sendo realizado.

Além do calçamento de ruas, está em fase de conclusão o Centro Especializado em Reabilitação (CER3), que é um diferencial para Propriá, oferecendo mais recursos para a saúde da população e cidades adjacentes. Ressalta-se que foi um projeto da administração anterior, que ficou parado e por pouco Propriá não o perdeu.

É claro que Propriá tem muitos problemas a resolver, mas divulgar que a Gestão do Prefeito Iokanaan é uma decepção, um fiasco, não passa de uma mentira, um discurso vazio, divulgado apenas por cunho político, por aqueles que vêm antecipando o pleito eleitoral de 2020. Porém, diante de fatos, discursos falaciosos não terão sustentação.

Luiz Antônio Sandes Vieira
Administrador

Foto: arquivo do site

1 COMENTÁRIO

  1. Apenas o comércio de Propriá e a rua da linha que da acecio ao hospital regional, precisa de asfalto, com urgência!
    Pois o calçamento estar afundando!
    O restante o prefeito da cidade ribeirinha, estar de parabéns!

Deixe uma resposta