O Relatório é um estudo publicado Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), do Governo Federa

De acordo com um relatório publicado pelo Atlas da Violência 2019, no último dia 05/08, o município de Itaporanga D´Ajuda está fora dos índices que foram apresentados classificando diversas regiões do país como violentas. Sergipe, infelizmente, apareceu as mesorregiões do Agreste, Leste e Sertão possuindo “relevância nas taxas estimadas de homicídio”, frisou o relatório do Atlas da Violência 2019.

A administração municipal do Prefeito Antônio Sobral pode ter tido acesso ao trabalho do Ipea, enquanto monitor de dados, e comemorar. Para alguns populares, o trabalho que a atual gestão vem desenvolvendo contribui para baixar os índices. Uma prova é o exemplo da implantação de uma equipe de segurança monitorando a região do Mercado Municipal aos sábados atuando na Feira Livre do município. “Essa implantação da equipe de segurança no local possibilitou mais segurança aos feirantes e usuários”, afirmou Dilermano Hora, Coordenador da feira livre em recente entrevista ao canal Documentários Sergipe. O depoimento dele foi corroborado por diversos feirantes do local. Acesse a Parte I do vídeo aqui: (Falta colocar link)

Não foi sempre assim. Estudos confirmam que desemprego, falta de saneamento, investimento em educação, falta de saneamento, expansão de áreas vulneráveis, a falta de oportunidades e o agravante da drogadição no País são os principais fatores que puxam a violência. Itaporanga pertence à região da Grande-Aracaju, Sul de Sergipe, cuja população estimada é de 33.994 (IBGE), sendo de grande maioria jovem. Nesse sentido, o município de Itaporanga surgia quase diariamente de forma negativa na imprensa do Estado quanto às questões de violência com focos em roubos, homicídios por armas, assaltos em residências na zona rural, mercadinhos e na feira livre, como já citado. Com a chegada da nova administração em 2016, maiores investimentos em política pública continuam sendo feitos elevando a qualidade de vida da população e promovendo índices positivos.

Ficar de fora do Relatório do Atlas da Violência 2019 é uma conquista de todo povo de Itaporanga D´Ajuda e por isso deve ser comemorado.

Por Adeval Marques
Banner: CET7-Comunicação

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta