A cidade de Propriá fica na região do Baixo São Francisco distante de Aracaju, a capital do Estado, por 96 quilômetros, e tem como rodovia principal a BR-101. Diariamente são milhares de veículos que trafegam pela via que liga Alagoas com Sergipe.

Uma das empresas cooperativas de taxi do Estado de Sergipe tem sua origem em Propriá. São centenas de pessoas que viajam diariamente para Aracaju fazendo uma viagem desconfortável, perigosa e colocando os veículos em constante revisão mecânica ou de conserto devido a situação da rodovia que, além do serviço de duplicação se arrastar há anos, ver crescer o número de buracos e até desmoronamentos de barrancos. Após as chuvas a situação piorou.

Diante do quadro, motoristas e usuários estão solicitando que as obras sejam apressadas e que os recentes buracos e crateras sejam revitalizados e assim evitar não só danos aos veículos como até acidentes fatais. “Não temos segurança em trabalhar assim. É muito perigoso e prejuízos para todos nós”, ressaltam.

A situação de conclusão dos serviços já foi ingressada por parte da Justiça, porém, parecem não avançar.

Por Adeval Marques
Foto: motorista

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta