“Carta de Renúncia do prefeito Ednaldo da farmácia não procede.”, disse fonte política e mais 4 pessoas

0
188

A Comunicação do prefeito foi questionada. Silenciosa sobre o assunto, não emitiu resposta

A suposta Carta de Renúncia do prefeito Ednaldo Vieira Barros “Ednaldo da farmácia”, pronta para ser entregue à Câmara Municipal de Canindé de São Francisco, não procede. A afirmação foi feita por cinco fontes consultadas pelo site. Uma delas é vereador.

A informação da renúncia foi fortemente divulgada em rede social do facebook e whatsapp por cidadãos e funcionários indignados com a má administração em relação à atrasos de salários e outas situações. “Acredito que não procede. Ele mantém gente ao seu lado que o orienta e trabalha para que ele fique porque sabe que perderá a boquinha e pode também estar dentro das investigações…”, afirmou uma fonte política de Canindé.

A Carta de Renúncia estaria pronta – em tese – pelo prefeito se acaso ele fosse informado sobre os avanços de investigação pela Comissão Parlamentar Processante (CPP) para cassar seu mandato. O Impeachment não encontraria Ednaldo da farmácia no poder e sim já fora dele.

Por último a informação prestada é de que forças dentro de sua administração vem trabalhando para dificultar os avanços da CPP e que aconselha ao prefeito ter calma e tranquilidade porque “as coisas podem mudar.”

Por Adeval Marques
Foto: Meramente ilustrativa

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta