A classe dos professores do Município de Canindé de São Francisco estão em clima de revolta com a administração do prefeito Ednaldo Vieira Barros “Ednaldo da Farmácia”. Mais uma vez um dos motivos é o atraso no pagamento dos seus vencimentos que até o momento a administração municipal não emitiu Nota informativa para com os profissionais. Uma última informação é de que seja dada alguma luz na próxima reunião que acontece com a categoria.

Além do atraso dos profissionais da Educação, a outra informação é de que algumas escolas também estão sem aulas devido ao atraso no pagamento dos motoristas particulares que fazem o transporte escolar. Já são três meses sem receber.

Para alguns empresários a economia do Município não gera aquecimento e nem fluxo comprometendo investimentos no ramo. “Nossa sorte tem sido o pessoal dos povoados que não dependem da Prefeitura.”, depoimento de uma empresária.

O que dizem as fontes ao site:

“Esperamos que a Câmara Municipal e os todos os vereadores se posicionem sobre o assunto, afinal são nossos representantes. O prefeito faz o quer. Temos saudades de Beto Vieira quando era Secretário. Era tudo organizado e tínhamos respostas. Já o prefeito é insensível em sua bolha chamada de gabinete.”, disse J.M.T.

Para “A cada dia que passa o prefeito acaba com a nossa cidade. Até a data de hoje ninguém recebeu salário […].”, C.M.M.“Já não sei que fazer. Canindé de São Francisco é um lugar que fica difícil viver a cada dia que passa. Quero me aposentar e ir embora.”, P.C.T. “Ednaldo da Farmácia era uma esperança que se tornou um desastre. É o pior prefeito da história de Canindé.”, M.M.

Por Adeval Marques
Foto: Arquivo

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta