Os governadores também advertem que o decreto terá impacto negativo na violência, aumentando a quantidade de armas e munições que podem abastecer criminosos

Rui Costa (PT), governador da Bahia, e mais 12 governadores, preparam uma carta contra o decreto de Jair Bolsonaro que ampliou o porte de armas no país.

Os gestores pedem que o governo federal, junto ao Legislativo e o Judiciário, atuem pela “imediata revogação” do dispositivo, segundo a coluna Painel, da Folha. “Julgamos que as medidas previstas não contribuirão para tornar nossos estados mais seguros”, afirma trecho da carta.

Os governadores também advertem que o decreto terá impacto negativo na violência, aumentando a quantidade de armas e munições que podem abastecer criminosos, além dos riscos de que discussões entre os cidadãos acabem em tragédias.

Por Tribuna da Bahia

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta