“A gratidão é a virtude das almas nobres.” – Esopo

“Ele só precisa usar sua autoridade e tomar decisões ou então ocorrerá em decepções será cobrado, porque ainda falta 19 meses de gestão [..], disse um dos questionados

A situação do Prefeito Iokanaan Santana, cujas falas e diversas fontes indicam que ele vem sendo vítima de boicote, extorsão e até ameaças de pequena monta, tornou-se assunto corriqueiro em toda cidade de Propriá. A justiça “pode” ter conhecimento das situações e atores envolvidos. “Iokanaan está fazendo muito por Propriá e não dizem. Tem lutado por Propriá de forma incansável, embora os resultados não apareçam.”, relata.

Veemência e impetuosidade 

Ao Prefeito é atribuída situações sobre a falta de agir perante os fatos. Os questionamentos que são feitos com mais veemência são: “Prefeito está sem forças para agir…”, “Não usa da autoridade de Prefeito…”, “Deixa a coisa correr solta…”, “Trabalham por conta própria…”, “Não lidera…”, “É mal assessorado…”, etc. Entretanto, existe quem diga não concordar com o tratamento que o Prefeito Iokanaan Santana vem recebendo por parte de alguns. Na Câmara Municipal esse assunto foi deveras dito por inúmeras vezes. Tal posicionamento vem da classe política, empresários e formadores de opinião na cidade. Em uma frase dita por alguns políticos e outras figuras locais ficou claro: “Dessa turma que agente sabe quem são e o que estão fazendo com Iokanaan, não quero na minha administração, se acaso fosse eleito. Pode até estar em minha campanha, mas não em minha equipe […]”. É a lei da ação e reação agindo de forma natural. A história não polpa quem comete pecado. Esses só são lembrados como algozes.

O tira-gosto

Tais conversas é o tira-gosto ou petisco em mesas de bares, festinhas fechadas, reuniões e bate-papo entre íntimos. Ganhou corpo quando programas de rádio local e emissora na capital falam sobre o assunto. Nas redes sociais e em grupos de whatsapp locais o assunto está no topo de que o Prefeito precisa agir ou naufragará por dois motivos: sua falta de liderança e por se deixar ser refém. “Dentro da gestão tem gente que não vota em Iokanaan, caso ele vá para reeleição. Isso é nítido. Existe na administração grupos prontos para, quando chegar a hora, dar adeus e thau para Iokanaan e ele sabe disso e não age.”, relata com propriedade a fonte que é reiterada por outras bem próximas ao Prefeito. Do lado de outros, que estão na vala dos acusados, a resposta é de que a administração não dá condições de trabalho e nem autoridade para agir. É preciso ser imparcial.

Há quem se incomode e muito. “A gratidão é a virtude das almas nobres”

O mundo não gosta de injustiça. Na histórica, os algozes são sempre lembrados como a escoria da sociedade. Os injustiçados se mantém no trono e são reverenciados para o sempre. É de um em escritor que viveu em Delfos, e, 564 a.C, a frase: “A gratidão é a virtude das almas nobres”. Esopo é famoso até os nossos dias pelas fábulas e narrativas que contava e também por algumas frases. Analisando os fatos há quem se posicione em defesa e diz: “Se rasgam a imagem do Prefeito é porque não são dignos de confiança e oportunidades e respeito. Mas estamos de olho e não apoiamos […]. Podemos agir se a coisa for mais adiante.” 

O  boicote e o suplício de Tântalo que pode não funcionar 

Após a publicação de título: “Boicote? Tem gente na administração de Iokanaan que não votará nele em possível reeleição”, feita pelo site Propriá News, nos chegou ao conhecimento por várias fontes, de que, em razão da matéria, há indignação pela escrita. Como uma espécie de “Suplício de Tântalo”, há ensejos de inquietação, bulício, comportamento sub-reptício, factício e por fim, atópico de que os comportamentos possam ser repensados. Há quem já acene em arrependimento, de que realmente Iokanaan não merece o tratamento, que foi e é amigo e justo, que será preciso uma reaproximação de todos para com o líder em prol de uma somação futura. “Eu entendo que, se Iokanaan cair, caímos todos nós. Mas digo que ele só precisa nos ouvir também.”, disse uma figura do alto escalão do Prefeito. “Ele não demitirá e nem chamará para o centro…”, reluta outro argumento.

Mensagem emblemática 

“Não concordo com o que fazem com Iokanaan.”, disseram alguns políticos e outras figuras de diversos meios. “Ele ainda é o Prefeito e o líder do grupo, se é que existe. Todos que estão lá devem ter consciência disso e serem verdadeiros. Se não dá para continuar, só precisa ser sincero e verdadeiro e entregar o cargo. É simples. O que não se pode é usar esse comportamento que a sociedade precisa saber também e não tolerar. A administração têm muitas falhas e não voto nele, mas, a pessoa e o home Iokanaan é homem de bem e amigo de toda Propriá. Comigo não acontece nunca.”, encerrou uma das figuras questionadas.

A pergunta pode ser feita por qualquer cidadão, desde que elencando todos os pontos com sinceridade. O que você faria e como ficaria se soubesse que existem planos para lhe fragilizar ao máximo em seu projeto futuro? A pergunta vem de quem reflete sobre o momento nas ruas. É tempo para refletir…

A matérias obre o boicote pode ser acessada aqui: http://www.proprianews.com.br/portal/index.php/2019/05/03/boicote-tem-gente-na-administracao-de-iokanaan-que-nao-votara-nele-em-possivel-reeleicao/

Por Adeval Marques
Foto:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA