Na próxima quarta-feira, 03/mar, o Historiador e Professor Alberto Amorim apresentará uma palestra sobre a história do Regime Militar/Ditadura Militar que completa 55 anos no dia 31 de março.

Promovida pelo Centro de Cultura de Propriá (CCP), a Palestra visa manter viva a memória histórica sobre o período turbulento do País que divide a opinião pública e até de historiadores sobre o que de fato foi promovido pela administração militar no território nacional. A institucionalização do Regime dividiu o Pais com posicionamentos por grupos, sindicatos, políticos, militares, classe de pensadores, artistas e movimentos sociais. “Foi uma crise sem precedentes na História deixando uma grande mancha para o Brasil aos olhos do mundo e dentro da nação por seus filhos perseguidos, torturados e mortos”, é a opinião consensual de vários intelectuais.

Alberto Amorim é sempre convidado para falar sobre o assunto por deter conhecimento sobre. Além da formação acadêmica ele vivenciou a época gravando na memória fatos que soube ou presenciou. Antes de ser um crítico sobre o assunto é importante destacar que o fato da Ditadura Militar é matéria viva e constante de debates até os dias de hoje no Brasil. Para muitos algo ainda muito temeroso de ser comentado, porém, do ponto de vista histórico para não ser esquecido.

O evento será aberto ao público e acontece no Auditório da Codevasf, situado ao lado do Colégio Estadual Coronel João Fernandes de Britto e sede da Guarda Municipal.

Por Adeval Marques
Foto: Arquivo

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta