Em continuidade às ações de divulgação do Plano de Ação de Emergência (PAE), a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) realizou, nos dias 12 e 13 de março, seminários com a presença de representantes das Defesas Civis dos 28 municípios próximos à Usina de Xingó (AL/SE), a maior do parque gerador da Chesf.
Foram feitas apresentações sobre as características das barragens hidrelétricas, com explicações sobre sua estrutura e sistema de monitoramento, demonstrando que a Companhia vem cumprindo com todas as normas técnicas e realiza, sistematicamente, manutenções, avaliações e inspeções em suas instalações.
“As barragens da Chesf são bastante seguras e a Empresa está empenhada em estreitar o relacionamento com as defesas civis dos Estados e municípios, cumprindo as normas legais e contribuindo para a segurança de todos em casos excepcionais”, afirmou o diretor de Operação da Chesf, João Henrique Franklin.
Durante os seminários, os diretores João Franklin e Roberto Pordeus (Engenharia e Construção) destacaram as especificidades das barragens hidrelétricas e o trabalho criterioso de manutenção.
A Chesf já havia encaminhado, em 2018, o Plano de Ação de Emergência (PAE) para o órgão fiscalizador e para os órgãos de Defesa Civil dos estados relacionados a seus empreendimentos de geração – Alagoas, Sergipe, Bahia, Pernambuco, Piauí e Maranhão.
Até o final de abril, serão realizados seminários com as defesas civis municipais de outras hidrelétricas da Chesf instaladas no Rio São Francisco.
Fonte: Chesf

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA