O deputado Estadual da REDE, Georgeo Passos, utilizou a tribuna da Casa Legislativa na manhã desta quarta-feira, dia 27, para registar déficit ressaltados pelo governo, quando, segundo o parlamentar, dados da receita mostram uma realidade diferente. Na ocasião, apresentou no telão da Alese, número de orçamento de receitas e despesas dos últimos anos.

Deputado abriu seu discurso anunciando que o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, esteve reunidos com chefes do executivo para falar sobre a situação econômica do Estado. De acordo com Georgeo Passos, no ano de 2018, o Estado alcançou resultado na Receita de mais de 10 bilhões. “Entre os anos de 2012 a 2018 o Estado esteve na média na sua arrecadação. A receita não vem caindo, dados demonstram isso, pelo contrário, cresce! Mas, é bem verdade a despesa vem aumentando, e aí pergunto, em quê? Para onde foi o arrecadado? Governo tem que provar onde estão essas despesas”, argui o parlamentar.

De acordo ainda com o parlamentar, as receitas vem crescendo, a exemplo do ICMS. “O ICMS, que é nossa receita tributária própria, cresceu e nunca diminui. Embora aumente imposto, governo não consegue regularizar a situação. Ainda esse ano tivemos aumento. É claro que temos despesas, mas aí é onde eclode os problemas. Precisamos saber para onde está indo o dinheiro arrecadado, para fazem uma análise do que entre e sai”, questionou Georgeo Passos.

Apartes

Kitty Lima, disse quee stá ansiosa da vinda do governador para a Alese. “Queremos saber qual o motivo da calamidade financeira a ser decretada pelo governador”, frisou a deputada.

O deputado, Doutor Samuel, PPS, diz que a citação do governo de decretação estado de calamidade, é complicado. Fornecedores ficam infalsos pois não sabem se irá receber. E ainda há os investidores, que temem a intenção de investir em Sergipe”, pontua Samuel.

De acordo com o deputado Gilmar Carvalho, PSC, governador se dispõe em receber deputados no mês de março. “Ele pretende escancarar todas as contas do Estado. A minha proposta é que ao invés de irmos para palácio, que venha para a Alese”, salientou Gilmar Carvalho.

Por Stephanie Macêdo – Rede Alese

Foto: Jadilson Simões

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA