O fogo que estava produzindo fumaça no lixão de Propriá há mais de uma semana foi finalmente controlado no início da noite desta sexta-feira, 15 de fevereiro, após ação conjunta promovida pela Prefeitura de Propriá, o CONBASF e parcerias com as prefeituras de Amparo do São Francisco, Japoatã, São Francisco, Telha, além da participação da CODEVASF, DNIT e Corpo de Bombeiros do estado. Estima-se que o lixão tenha uma área aproximada de 25 mil metros quadrados e cerca de 42 cooperados que sobrevivem do que coletam nele.

Sensível o Prefeito Iokanaan Santana esteve presente na ação conjunta buscando as parcerias juntamente com o CONBASF juntando-se para conter o incêndio. Ele coordenou parte da ação determinando todo o apoio pela Secretaria Municipal de Obras de Propriá que participou ativamente com homens, maquinários e outros equipamentos e caminhões pipa.  A empresa CODEVASF, cedeu uma escavadeira hidráulica e um caminhão pipa para suporte. Foi imprescindível para o sucesso da ação a garra e determinação de agentes de limpeza, motoristas e o excelente trabalho do operador da escavadeira, todos unidos e empenhados em ajudar e evitando o risco a saúde e integridade física das pessoas envolvidas e dos catadores no local. Foi usado volume incalculável de água que foram trazidas por meio de caminhões pipas, abertos corredores para liberar espaços ao serviço de reviramento e esfriamento de toda a massa de resíduos depositada no local. No início da noite tudo estava controlado.

Segundo o Engenheiro Especialista do CONBASF, o Sr. Gilvando Matos da Costa, informou que baseado na análise feita não foi possível determinar a causa da origem do incêndio, podendo ter se originado de forma natural ou acidental. Ainda no relato, o mesmo citou que o CONBASF tomou conhecimento na sexta-feira, 08/fev, da existência de um pequeno foco de incêndio no lixão que fugia do controle e se alastrava por toda a área do lixão. De forma imediata e com esforços começou então os trabalhos na segunda-feira, 11/fev, aplicando técnicas para ajudar e conter o incêndio, mesmo com o alastramento da queima e muita fumaça que dificultou no controle do incêndio.

Há vários anos que o Município de Propriá vem sendo notificado para resolver a situação do lixão nas administrações anteriores. A Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/2010, estipulou um prazo de até o ano de 2014 para fechamento dos lixões e destinação correta dos resíduos, porem essa determinação não pôde ser alcançada por vários municípios do estado de Sergipe e do País.

No caso de Propriá que atualmente é consorciado ao CONBASF, junto com mais 25 municípios, o Prefeito Iokanaan Santana têm buscado parcerias para a destinação adequada dos resíduos, como na caso de sua visita a empresa Estre em São Paulo. O CONBASF, vem estudando formas de melhor e atender as demandas do Município, como a elaboração dos projetos das Centrais de Triagem, Compostagem, Unidade de Processamento e Unidade de Transbordo, que estaria tratando e beneficiando todos os resíduos domiciliares gerados em Propriá, vem disso sua importância do município se consorciar.

Propriá não alcança a implantação de projeto de Centrais de Triagem, Compostagem, Unidade de Processamento e Unidade de Transbordo devido à sua realidade financeira. Nesta última quinta-feira, 14/fev, o Ministério Público de Propriá, na pessoa do Dr. Nilzir Soares Júnior, reuniu-se com vereadores de Cedro, Secretário de obras de Propriá, o chefe da Defesa Civil, CODEVASF, o superintendente do CONBASF e Catadores do município objetivando uma solução que prevenisse a ocorrência de incêndio no lixão de Propriá ficando acordado uma próxima sentada para próxima terça-feira, 19/fev. na sede da CODEVASF em Propriá.

Nessa reunião a CONBASF pretende apresentar um plano de controle e mitigação para a área do lixão que minimize as ocorrências de incêndio até que se resolva definitivamente a situação da área, e a destinação ambientalmente correta para um aterro sanitário. O grupo será composto por representantes da CODEVASF, CONBASF, Catadores, Secretario de meio ambiente de Cedro e um representante da Câmara de Vereadores de Cedro, a ideia seria do CONBASF

Por Adeval Marques
Foto: PropriáNews

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta