Eleições municipais em Propriá pode ter quatro nomes e polarizar em dois

0
81

Embora se diga que o ano de 2020 ainda esteja distante, essa é a análise dos comuns, a verdade é que as articulações para se manter ou chegar ao poder não deixam de acontecer. Independente de tempo, a politica é feita e acontece no curso do dia a dia. Há municípios que discutem às sucessões abertamente, outros porém já o fazem de forma natural e sem negar.

Em Propriá, após a vitória de Belivaldo Chagas para Valadares Filho ao cargo de Governador do Estado de Sergipe, é natural que exista, dentro dos que lhe apoiaram, pretendentes ao cargo de 2020. É da essência da política e Belivaldo foi bem apoiado no Município. Do lado do Prefeito também haverá.

Nesse aspecto de articulações para 2020, a análise do site é de que três nomes estejam fortes pleiteando o apoio ao Governo, por isso, certamente haverá reivindicação e pré-lançamento – possivelmente – de suas respectivas candidaturas ao cargo Majoritário, ou seja, Prefeito de Propriá. Nessa soma de três pretendentes, a polarização acontecerá com dois nomes afunilando para apenas um. Não pode ser “chapa branca”. Seria falta inteligência política.

Do lado do Prefeito Iokanaan Santana (PSB) é certo que haverá candidatura. É natural que seja assim, nem que ele trabalhe em apoiar algum candidato, inclusive, de outra agremiação que não seja a do seu partido. A disputa, como se observa, acontecerá com apenas dois nomes após definidos os lados, oposição e situação.

Para os precipitados, essa é uma análise opinativa do site. Há ainda o grupo da família Nascimento – Luciano de Menininha e Zé João – e José Américo que continuam dentro da política.

Não se trata de “antecipar o processo político de 2020”, e sim garantir e fazer informação procedente dentro do jornalismo. Os nomes serão esclarecidos posteriormente em matéria seguinte, por isso não expostos ainda.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA