Heleno Silva atribui sua derrota a André Moura e diz: “Não vamos ficar em cima do muro”

0
324

O candidato Heleno Silva (PRB), que foi derrotado para o cargo de Senador agora em 2018, afirmou que sua vitória foi prejudicada pelo também candidato ao Senado Federal, André Moura (PSC).

Heleno não só atribuiu a sua derrota ao André Moura como ainda afirmou que, Eduardo Amorim (PSDB), candidato ao cargo de Governador do Estado de Sergipe, não fez nada há atempo para evitar a “barreira” que foi imposta a ele. Na consequência da situação, segundo ainda Heleno, Eduardo Amorim também foi prejudicado. “O grupo não me abraçou. Só Eduardo Amorim”.

No discurso de Heleno, indagado pela repórter Magna Santana na FAN FM, heleno pontuou: “Não vamos ficar em cima do muro (…)”. Heleno refere-se ao novo processo eleitoral que se dá no agora Segundo Turno das eleições ao cargo de Governador onde Belivaldo Chagas (PSD) entrará em disputado com Valadares Filho (PSB). Heleno se diz livre e autorizado pelo partido para em Brasília para tomar as decisões em apoiar o grupo em disputa, no caso, Belivaldo ou Valadares Filho. Decisões futuras virão. Valadares Filho já mostrou interesse no diálogo com Heleno, enquanto Belivaldo Chagas ainda não manteve contato, no que Heleno afirmou que vai decidir com a maior brevidade possível.

A agremiação do PRB não teve êxito em Sergipe. Heleno Silva, Jony Marcos, Deputado Federal e Jairo Santana, Deputado Estadual perderam o pleito atual.

Por Adeval Marques
Foto: JLPolítica

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta