Quatro vereadores entram com queixa-crime contra André Fontes

0
365

Na última quinta-feira, 07/12, os vereadores Matheus, Heldes Guimarães, Jairo e Pequeno, deram entrada na Delegacia de Propriá, de forma individual, de queixa-crime contra o André Fontes. O registro deve seguir adiante e se tornar em processo.

Na alegação os vereadores afirmam que André Fontes é o autor da produção de um texto onde os acusa de ter recebido um “cala-boca” para votarem em favor do veto do prefeito ao Projeto de Lei número 808/2017 – autoria do presidente José Aelson dos Santos – que visava à contratação temporária de servidores ao município com critérios de aplicação de prova. Sete vereadores votaram na decisão do prefeito Iokanaan Santana que o vetou. O texto foi publicado em vários grupos e até em sites expondo de forma caluniosa não só a imagem dos vereadores como também a da Primeira-dama, professora Helena Santana, que está distante da gestão do esposo em termos de tomada de decisões e articulação política. Não pára por ai.

Além dos vereadores a informação que o site teve é de que outros cidadãos também estão entrando com a mesma queixa-crime contra André Fontes por publicar escritos que atingem não só suas imagens mas também vai de encontro ao caráter e personalidade dos envolvidos.

Na situação André Fontes deve responder pelo ato oferecendo provas circunstancias sobre a afirmação do “cala-boca”, que em tese, segundo o vereador Matheus, é referência para prática de recebimento em dinheiro para trabalhar em detrimento de uma situação.

Por Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta