Pão de Açúcar-AL e Niterói-SE receberão dragagem no Rio São Francisco para viabilidade de navegação

0
143

Em uma solenidade realizada na manhã desta segunda-feira, 27 de novembro, no auditório da Codevasf, em Penedo, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella, assinou a ordem de serviço para dragagem do Rio São Francisco, em trechos compreendidos entre Alagoas e Sergipe.

A obra, que atende a uma solicitação feita há aproximadamente um ano pelo prefeito Március Beltrão (PDT) e formalizada em agosto de 2017 pelo vice-prefeito Ronaldo Lopes (PMDB), que à época estava assumindo a prefeitura de Penedo, deve retirar quase 800 mil m³ de fragmentos do trecho hidroviário.

A draga já está no local e o serviço será do tipo sucção recalque

“O prefeito Március havia solicitado esse serviço do Ministério há quase um ano e graças a Deus fomos atendidos. Quando assumi interinamente a prefeitura de Penedo, o ministro e amigo Maurício Quintella pediu que fizéssemos um relatório fotográfico mostrando os bancos de areia que se formaram aqui em nossa região e enviássemos junto com um documento apontando os locais mais críticos para oficializar nossa solicitação e agora vamos colher os frutos dessa nossa reivindicação que prontamente foi atendida para o bem do povo ribeirinho”, declarou Ronaldo Lopes.

Durante a solenidade, o ministro Maurício Quintella destacou a priorização para a conclusão da dragagem. “Esta é uma obra fundamental para garantir a segurança de passageiros e de carga para os dois estados além de suprimentos essenciais para abastecimento das regiões”, explicou Quintella.

A longa estiagem, em toda a bacia do Rio São Francisco, acarretou a diminuição da vazão das barragens, e, também, prejudicou as travessias realizadas por balsas. Somente entre os dias 26 de julho e 1º de agosto deste ano, o nível da água diminuiu cerca de 1,5 metro ao longo desses trechos. Para garantir a navegabilidade em dois pontos críticos do leito fluvial, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), vai coordenar as operações para a dragagem do trecho, até maio de 2018.

A obra será realizada pelo Consórcio L&P e supervisionada pela empresa Hidrotopo. A draga já está no local e o serviço será do tipo sucção recalque.

Píer e aeroporto

Após a assinatura da ordem de serviço, o ministro, acompanhado do presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas, o penedense Gustavo Lopes, que na oportunidade estava representando o governador Renan Filho; do prefeito Március Beltrão e do vice Ronaldo Lopes, entre outras autoridades, seguiu para o Porto da Passagem, em Neópolis, para verificar os equipamentos que serão utilizados na obra. Na oportunidade, o ministro também foi questionado sobre a viabilidade da construção do Píer no antigo atracadouro da lancha da fábrica da Passagem e se posicionou favorável ao projeto.

Depois disso, a convite do vice-prefeito Ronaldo Lopes, o ministro foi conhecer a área onde deve ser construído o Aeroporto Freitas Melro, cujos recursos já estão empenhados e o projeto em fase final sendo elaborado pelo Governo de Alagoas. “O ministro garantiu mais uma vez que tão logo o projeto seja finalizado ele liberará os recursos para que o governo inicie as obras de recuperação do aeroporto”, finalizou Lopes.

Por Redação
Aqui Acontece

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta