Em primeira e segunda discussão Projeto de Estrutura Administrativa não passa na Câmara

0
121

Os vereadores não se posicionaram literalmente contrários ao Projeto e sim por uma maior análise da situação com vistas em outras que oneram a Folha de Pagamento, informaram.

O Projeto de Lei Complementar nº 019/2007 que dispões sobre a Estrutura Administrativa Organizacional Básica do Município de Propriá, de autoria do Poder Executivo Municipal, foi reprovado na Sessão Ordinária ocorrida na terça-feira, 25/04, em primeira discussão.

Logo no início da Sessão o Presidente José Aelson dos Santos (PSD) colocou o PL para discussão dos vereadores. Ainda nessa discussão os posicionamentos por parte de alguns ficaram claros. Júnior de São Miguel, Helder Guimarães falando em nome de Dilma da Colônia e Jairo do Matadouro, Nêgo de Marli e Samuel anteciparam o não.

De acordo com a leitura dos vereadores Pequeno e Marcos Graça o Projeto precisa de uma maior análise sobre o impacto que os valores dos salários irão gerar nas contas do Município; cobrança de cumprimento do Piso Salarial; redução ou junção de secretarias e revisão de salários em algumas funções também foram analisadas. A leitura foi reiterada pelos demais.

Na segunda discussão, já em Sessão Extraordinária, os vereadores discorreram com a mesma análise e leitura do Projeto decidindo então por reprová-lo.

O Presidente José Aelson afirmou que o número de cargos continua igual ao da época da gestão do ex-prefeito José Américo (PSC), ou seja, 90 cargos e que na atualidade o Projeto chegou à Câmara Municipal no dia 20 janeiro sendo longamente debatido entre os vereadores.

Da redação
Adeval Marques
Imagem ilustrativa

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA