Vandalismo: lixeiras colocadas pela Prefeitura Municipal estão sendo destruídas

0
84

A cidade é a nossa casa maior e para ser cuidada precisa da ajuda e apoio de todos que nela vivem

Uma triste constatação pelo site no último final de semana, 09/04, traduz bem o quanto existe de irresponsabilidade por parte alguns indivíduos que deveriam contribuir para toda organização social da cidade, ajudando a atual gestão do Prefeito Iokanaan Santana (PSB), independente de situação de ideologia partidária e pessoal. Algumas lixeiras já não se encontram em seus lugares. Foram levadas. É nesse aspecto que se pergunta: “Qual a Propriá que queremos?”.

Na Rua da Frente – Quintino Bocaiuva – em plena via de grande circulação pública e automotiva, nas imediações do famoso Mastro da Banca do Peixe, os recipientes que foram colocados para depósito do lixo estão sendo quebradas pela ação de pessoas irresponsáveis numa exata constatação de vandalismo. São cestas novas compradas com o dinheiro público numa tentativa de imprimir a cultura da educação, melhorando a saúde pública e a imagem local. Segundo informou uma moradora das proximidades a ação esta partindo de transeuntes que passam pelo local puxando-as da base de sustentação e arrancando-as e em seguida as deixam pelo chão jogadas sem serventia. “Fiquei calada ao ver uma cena dessas porque estava só […]”, afirmou a moradora.

A Secretaria Municipal de Obras tem se esforçado para manter a cidade limpa através do recolhimento do lixo diariamente em todos os pontos da cidade. Segundo o Secretário Municipal de Obras, Edeildo Santos Filho, é uma das metas do Prefeito Iokanaan e particularmente a sua em deixar a cidade limpa. O que falta é a ajuda da população.

O cidadão atencioso que andar pelas ruas da cidade, se procurar observar, verá uma série de irregularidades que são produzidas pela própria sociedade ignorando o seu dever e responsabilidade social. Um dos problemas que podem ser minimizados pela ajuda do povo é a questão do lixo residencial. Nos finais de semana várias esquinas ficam abarrotadas de lixo descartado em sacolas plásticas, móveis sem utilidades, vasos sanitários e até de alimentos fazendo com que matilhas de cães lutem entre eles para ver que fica com sacola.

O que a população pode fazer é denunciar quando situações como essas ocorrerem levando ao conhecimento da Secretaria Municipal de Obras que poderá lavrar um auto de ocorrência classificando a situação como crime de esbulho, ou seja, crime contra o bem público e levar ao conhecimento da Justiça que pode aplicar penas corretivas.

Da redação
Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA