Secretário Municipal de Obras de Propriá presta esclarecimentos na Tribuna da Câmara Municipal

0
278

O Secretário Municipal de Obras da Prefeitura Municipal de Propriá, Edeildo Santos Filho, mais conhecido como Edinho, prestou esclarecimento nesta quinta-feira, 06/04, na Sessão Ordinária da Câmara Municipal por ocasião de ter sido Convocado através de Requerimento do Vereador José Aelson dos Santos (PSD), atual Presidente da Casa de Leis.

Edinho compareceu preparado com vasta documentação fazendo apresentação em slide e voz e no final respondeu questionamentos dos vereadores.

Em resumo o relato de Edinho, frisando ao assumir a Secretaria Municipal de Obras, afirmou que a situação em que a encontrou não foi das melhores. Relatou sobre a parte financeira, equipamentos, condições de trabalho, material humano e ações que já foram desenvolvidas.

Cobranças como EPI´s, pelo Vereador Marcos graça, a situação da bomba de abastecimento de água do Povoado São Miguel, pelo Vereador Pequeno, iluminação pública, pelo Vereador Samuel, foram cobradas e em todas as situações o Secretário mostrou propriedade sobre o assunto e prometeu resolver as situações aos poucos.

Grande parte da entrevista, mais uma vez, foi perdida pela população devido à má conexão de internet fornecida pela empresa OI Velox a Câmara Municipal. Eis um motivo para o Presidente José Aelson providenciar a solução com a máxima urgência cobrando que a empresa forneça o pacote estabelecido na convenção de contratação do serviço entre Câmara e OI Velox.

Ao comparece Edinho mostrou respeito pela autoridade da Casa. Ele finalizou afirmando que a gestão do Prefeito Iokanaan Santana e seu vice-prefeito, José Hélio Gomes, vem fazendo o que pode no sentido de acertar. O próximo convocado é o Procurador do Município, também de autoria do Vereador José Aelson.

Um Relatório mais detalhado da apresentação do Secretário poderá ser publicado pela Comunicação da Câmara Municipal pera conhecimento público e registro.

Da redação
Adeval Marques

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta