Lucas Santiago: Nota de Repúdio ao Aumento da Passagem na grande Aracaju

0
86

Aracaju/SE – O ano de 2017 começa e de presente pós carnaval, os empresários das empresas de ônibus já propõem o aumento da passagem. Aracaju foi a capital com um dos maiores aumentos no final do ano de 2015, o aumento foi de 14,81%, subiu de R$ 2,70 para para R$ 3,10, posteriormente o ex prefeito João Alves não deu reajuste no valor da passagem por se tratar de ano eleitoral, seria um tiro no próprio pé, pois é, passamos anos comendo o pão que o diabo amassou, na gestão anterior à João, Edvaldo Nogueira passou praticamente seis anos como prefeito, mas nunca deu aumento abusivo da tarifa, apesar que, não concordo com nenhum tipo de aumento da tarifa, pois temos um péssimo serviço das empresas, sem falar da insegurança que reina dentro dos ônibus.

Nos últimos dois anos da gestão de Edvaldo, a passagem foi congelada, uma atitude louvável, mas tem que cautela ao tomar tal medida, o bônus é imediato, porém o ônus é desagradável. Mas vamos ao que interessa, quando João assumiu a prefeitura de Aracaju em 2013, a passagem custava R$ 2,25, em abril do mesmo ano o valor da tarifa foi reajustado de R$ 2,25 para R$ 2,45. Em junho, o prefeito de Aracaju João Alves Filho, reduziu a tarifa de ônibus para R$ 2,35.

Já em dezembro ano de 2014, o presente de natal e ano novo foi um reajuste de 14,9%, subiu de R$ 2,35 para R$ 2,70.

O Movimento Não Pago foi um dos principais movimentos a protestar contra o aumento, eu estive em todos os protestos, inclusive muitas vezes sendo perseguido pela guarda municipal de Aracaju, me fazia lembrar os livros de História falando sobre o período de chumbo em 1964.

Há 3 anos o Não Pago denunciava o esquema de fraude no cálculo da tarifa de ônibus de Aracaju. Através de análise da planilha de custos do sistema foi demonstrado que Prefeitura, Setransp e Câmara de Vereadores realizam o cálculo da tarifa de forma fraudulenta, superfaturando o preço da passagem de ônibus para favorecimento das empresas.

Na quinta feira, 21 de Julho de 2016, o pleno do Tribunal de Contas de Sergipe, confirmou as denúncias de fraudes. Apesar da demora em concluir a análise, essa é uma importante vitória da população da grande Aracaju, pois pela primeira vez um órgão oficial reconhece o esquema de superfaturamento da passagem e comprova que os empresários e políticos se beneficiam há anos de manobras legais e fiscais para impor o aumento de passagem de ônibus.

A partir dessa decisão o movimento Não Pago defende que sejam revistos e anulados todos os aumentos de passagem ocorridos a partir de 2013, pois estão baseados em dados viciados. Para a população usuária do transporte, a redução no preço da tarifa é a medida mais urgente.

Pois é, em 2016, eu Lucas Santiago votei e fiz campanha para o atual prefeito, Edvaldo Nogueira, votei por acreditar que seria o mais preparado e mais experiente, que tinha as melhores propostas, assim milhares de eleitores deram à vitória a Edvaldo no primeiro e no segundo turno das eleições.

E aqui vai o meu recado, se houver aumento de passagem, eu estarei novamente nas ruas de Aracaju protestando e dessa ou resolve de uma vez por todas a questão da passagem, fazendo a licitação das empresas junto com as cidades vizinhas ou a cidade vai parar de vez, eu vim da rua, eu vim da luta e dela não sairei.

Entrei na política por acreditar em um ideal, jamais irei deixar às ruas, pois lá é o meu lugar, se for preciso ocupar a prefeitura contra o aumento da tarifa, eu estarei lá ocupando, me somando a milhares de pessoas que estão insatisfeitas com o reajuste abusivo, sendo que não temos um transporte público eficiente e de qualidade.

Só a luta muda a vida!

Lucas Santiago
Músico e Cidadão

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta