População critica Prefeito Iokanaan Santana no hasteamento da bandeira: vereadores não foram convidados

0
272

Chamou à atenção da população de Propriá o fato do Prefeito Iokanaan Santana (PSB) não ter participado do hasteamento da bandeira por ocasião do aniversário de 215 anos de emancipação do Município. Em seu lugar registrou-se a presença do vice-prefeito, José Hélio Gomes, e um público muito pequeno.

Segundo uma publicação da Ascom, em grupos de redes sociais, aliás, veículos considerados sem credibilidade e amadorismo para informação oficial de órgãos que se prezem e respeitem a sociedade, o motivo estaria ligado à uma ida de Ioakanaan ao órgão do TCE: Tribunal de Contas do Estado de Sergipe. Há quem teorize sobre outras situações e não o que relatou a Ascom

Outro fato que chamou a atenção foi o de que a Câmara Municipal não se fez presente, ou seja, não se registrou a presença de nenhum vereador da situação e nem oposição. Segundo relatos o Prefeito não enviou convites aos vereadores e sim de forma coletiva chamando toda população. Terá sido displicência do seu gabinete? Amadorismo da Ascom? Desatenção do Prefeito para com o segundo Poder mais forte do Município? Será que a relação entre a Prefeitura e Câmara Municipal estaria começando a fragmentar-se? São questionamentos que só o Prefeito poderia responder, já que é o chefe do Poder Executivo.

“O hasteamento da bandeira, algo tão importante e simbólico dentro da nossa História, não teve o brilho de outros anos. Mudou de lugar e ficou esquisito porque a Banda Municipal tocou na Praça da Bandeira e em seguida dirigiu-se até a Prefeitura Municipal onde o hasteamento foi executado.”, afirmou uma fonte que estava no local.

Hasteamento na época do Prefeito José Américo: o relato de uma senhora

Segundo o relato de um cidadão a gestão do Prefeito Iokanaan Santana tem todos os indícios de que começa muito triste, desencontrada, sem sintonia e muito amadora. “Na gestão do ex-prefeito José Américo Lima o hasteamento era bonito. A Banda Municipal tocava, a bandeira era erguida, havia a presença de autoridades, empresários e boa parte dos vereadores. Em seguida eram feitas homenagem às pessoas ilustres em vida, aos funcionários que se destacaram em prol da cidade. Eram feitos discursos e finalizava com distribuição de bolo e refrigerantes aos participantes. Iokanaan e sua equipe não foram organizados. O próprio Iokanaan perdeu a chance de participar de um dos atos mais importantes da nossa História de independência do Município. Não teve brilho algum. Foi esquisito e triste. Propriá só contabiliza declínio. Fico triste. O Prefeito Américio era mais sensível[…].”, relatou o senhor M.T.S.

“Havia ciclismo, a SMTT desfilava, agenda evangélica que, provavelmente, agora ficaram desistidos pela nova gestão de Iokanaan que não mostra, até agora, interesse algum em promover eventos como esses, etc. A cidade ficava mais alegre e interativa […]”, relatou outra fonte.

Além dos secretários de sua gestão, poucos funcionários e alguns cidadãos o vice-prefeito falou para um público que não contou com 30 pessoas, perfazendo assim que, possivelmente, a imagem do Prefeito já começou a ter queda e existe consciência disso.

A crítica maior foi em função da não ida do Prefeito Iokanaan Santana.

Da redação
Adeval Marques

Fotos: Ascom de Iokanaan Santana / Ascom do ex-prefeito José Américo Lima

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta